Pages

quarta-feira, fevereiro 29, 2012

Testemunho: Conversão de Josiane Tavares


Paz do senhor irmãos! Quero contar um pouco do meu testemunho!
Tenho 23 anos e me converti fazem 3 anos.
Meu nome é Josiane Tavares , antigamente eu era uma moça totalmente do mundo, estava perdida nas drogas, bebidas e baladas...vivia uma vida totalmente vazia, não era feliz...eu era extremamente rebelde, meu pai sempre me falava, alertava mais eu nunca dava atenção.
Eu tive que chegar ao fundo do poço. Comecei a me envolver com raves, drogas pesadas e me sentia cada vez pior.
Um belo dia meu pai me chamo pra ir à Igreja, e eu aceitei, cheguei naquele culto, uma Igrejinha simples, mas o Poder de Deus era tremendo naquele lugar. Deus falou comigo coisas que só eu sabia.
Ai eu cai em lágrimas e pensei, quero conhecer esse Deus que me conhece tão bem. E foi a partir daí que eu comecei a caminhar com Jesus. Foi uma luta muito grande. Satanás tenta de tudo para fazer agente voltar atrás.
Mas comecei campanha no monte com meu pai, e Deus foi me fortalecendo, quanto mais eu buscava mais Deus me fortalecia.
E Hoje eu entendo que para conseguirmos ficar firme com o Senhor, ter intimidade com ele e ter Jesus como nosso melhor amigo, temos que abrir mão de nós mesmos, temos que abrir mão das nossas vontades, isso é negar a si mesmo.
E temos que ser obedientes, tudo que o Senhor mandar e falar temos que obedecer, mesmo que pareça estranho. Obediência é a chave da vitória.
Hoje tenho amizade com Jesus, eu converso com Ele, vejo Sua sombra do meu lado. E ele é meu melhor amigo. O diabo me oferecia o banquete dele do mundo. Mas o Banquete que o meu Deus, todo Poderoso, oferece é sem comparação, simplesmente porque Ele nos promete a salvação eterna.
Tenho orado para o Senhor me mostrar o sobrenatural d´Ele. Temos que querer mais desse Deus, que tem muito a revelar para Seus filhos. E ter como nosso guia o Espírito Santo do Senhor!
Estou muito feliz com esse Deus. Que escuta nosso clamor e responde na hora e no tempo certo.
Vale a Pena a servir esse Deus tremendo e poderoso.

Imagem: Éfeso


Rua pavimentada da antiga Éfeso

terça-feira, fevereiro 28, 2012

Estudo: Os imperativos da oração!


“Orai sem cessar.“ 1 Tessalonicenses 5:17


Estamos vivendo um grande crescimento tecnológico em nossos dias. A tecnologia tem invadido a sociedade nas mais diversas escalas.
O trabalho manual e artesanal tem sido substituído pelas máquinas. A tecnologia adentrou as empresas com softwares sofisticados, adentrou as casas, substituindo a arte de preparar um alimento, pela comida congelada. O poder da tecnologia tem crescido.
A oração, que fora instituída desde a época do antigo testamento, embora não seja uma máquina com poder tecnológico, embora não seja um software sofisticado, ela não “sai da moda”, ela simples, mas é poderosa, ela não é palpável, mas é ouvida. A oração ensinada por Jesus, é citada e orada, até os dias de hoje. “Portanto, vós orareis assim: Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome, Venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu, O pão nosso de cada dia nos dá hoje. E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores. E não nos induzas à tentação; mas livra-nos do mal; porque teu é o reino, e o poder, e a glória, para sempre. Amém.“ Mateus 6:9-13 
Em seu livro, a “Vocação Missionária da Igreja”, o pastor Florêncio Moreira de Ataídes diz: “nenhuma tecnologia sofisticada de nossos dias, pode substituir a eficácia da oração”. 
As máquinas podem falhar, os softwares podem ser invadidos por vírus, a comida congelada pode estragar, mas a oração é sempre eficaz. Como escreveu o apóstolo Tiago: “a oração do justo, pode muito em seus efeitos” Tiago 5:16b.
O apóstolo Paulo, direciona várias observações aos tessalonicenses, quando chegamos no capítulo 5, a partir do versículo 11, ele dá uma série de ordenanças, de imperatividades aos crentes daquela igreja, e quando chegamos no versículo 17, ele diz: “orai sem cessar”. Perceba, o verbo orar, está conjugado no tempo verbal conhecido como imperativo, quando algum verbo, está conjugado neste tempo verbal, ele expressa ordem, note que ele diz: “orai”, ou seja, não é um pedido ou sugestão, é uma ordenança.

Por isso vamos meditar no seguinte tema: Os imperativos da oração

1ª A oração é um mandamento para a igreja; “orai sem cessar”
A primeira imperatividade da oração, é que a oração é um mandamento para a igreja. O apóstolo Paulo não diz que é uma opção para igreja, ele diz que é uma ordenança, um mandamento.
O pastor Hernandes Dias Lopes diz em seu livro, Avivamento urgente, que: “A dificuldade da igreja não é orar, mas perseverar em oração”.
O apóstolo Paulo escreve aos colossenses, “perseverai na oração” Cl 4:2. Ele também diz aos romanos, “alegrai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, e perseverantes na oração” Rm12:12
Não pare de orar, lembre-se, o primeiro imperativo da oração, é que a oração é um mandamento.

2ª A oração é uma necessidade da igreja; “orai sem cessar”
Temos tempo para tudo, menos para nos dedicarmos a oração. Temos muitas prioridades, mas não priorizamos a prática da oração.
Falamos da oração, escrevemos sobre a oração, lemos sobre a oração, pregamos sobre a oração, mas não oramos.
Martinho Lutero reconhece a necessidade da oração quando ele disse: “se eu não dispensar duas horas em oração todas as manhãs, o diabo terá vitória o dia inteiro.”
A igreja precisa despertar-se para a oração. Pois sem oração, não há salvação, sem oração, não chegaremos aos céus.

3ª A oração é um privilégio da igreja; “orai sem cessar”
Não nos damos conta de que, ao orarmos, estamos nos comunicando com o Deus vivo e verdadeiro. Quando falamos com Deus em oração, nós temos o privilégio de ser ouvido por Ele. Por isso está escrito em Jó 22:27, “orarás a ele, e ele te ouvirá.”
Deus nos incita a oração quando ele diz: “Clama a mim, e responder-te-ei, e anunciar-te-ei coisas grandes e firmes que não sabes.” Jeremias 33:3
Bonhoeffer, um teólogo alemã disse: “é a prova do amor de Deus para conosco, que não apenas nos dá a sua palavra, mas também, nos empresta o seu ouvido.”
Vamos acordar igreja, pois a oração é um imperativo para nós.
Deus te abençoe.

Por Kayo César

Video: Graça Maravilhosa


Reflexão: A voluntariedade não pode tirar a responsabilidade!


“Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-me.Lucas 9:23

O reino de Deus está à procura de pessoas voluntárias, de pessoas que queriam executar o ministério da reconciliação do homem com Deus. Jesus disse que: “a seara é realmente grande, mas poucos os ceifeiros.” Mt 9:37.
Sim, Deus está à procura de pessoas voluntárias para trabalhar em seu reino, neste texto do evangelho de Lucas, Jesus fala sobra a voluntariedade, quando ele diz: “se alguém quer vir após mim...”, neste trecho bíblico, Ele está falando sobre pessoas voluntárias, mas a voluntariedade se reduz a nada, quando ela não está acompanhada da responsabilidade. Perceba, Jesus de início, fala da voluntariedade, mas em seguida, Ele completa dizendo que para os voluntários é necessário a responsabilidade, “negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me”.
Vivemos dias de muitos voluntários, mas de poucos compromissados, vivemos dias de muita voluntariedade, mas de nenhuma responsabilidade.
Se praticarmos a justiça a bíblia diz que: “todos os nossos atos de justiça são como trapo de imundícia” Is 64:6, imagine se formos voluntários e não tivermos responsabilidade, com o que, nossos atos serão comparados?
A voluntariedade tem cegado as pessoas em relação a responsabilidade, chega-se atrasado nas atividades do reino, mas é normal, pois sou voluntário, faz-se as coisas de qualquer maneira, mas é normal, sou voluntário. Temos que dar um basta em tudo isso, Jesus chama voluntários que queiram ser responsáveis, Ele diz: “se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-me”
É tempo de revermos nossa postura, e mudarmos, pois Jesus disse que “abram os olhos e vejam os campos! Eles estão maduros para a colheita.” João 4:35.
Deus te abençoe!

Por Kayo César

Imagem: MasterCristo


Fonte: Internet

Parceiros















Reflexão: O valor da vida


Muitas vezes vemos uma desvalorização muito grande da vida. Por exemplo: muitos filmes ensinam e mostram isso. E infelizmente tem aqueles que valorizam mais a coisas e animais do que a pessoas.
A vida é uma dádiva de Deus!
Ontem fui a um velório de uma amiga de minha esposa, e estava observando as pessoas presentes, familiares, amigos e convidados que estavam presentes para prestar uma ultima homenagem em demonstração de amor, carinho e respeito. E com isso pude, mais uma vez, perceber o valor da vida. Sempre em ocasiões dessas paramos para pensar e refletir.
Mesmo que muitos a desvalorizem, a vida é maravilhosa, e seu valor é inestimável. 
E infelizmente tem aquelas pessoas desvalorizam a própria vida, e consequentemente se entregam a vícios e fazem coisas que não só destroem sua própria vida, mas as de outras pessoas.
Mas eu quero te falar um pouco da ótica de Deus sobre a vida. Ele não é apenas O autor, mas Ele valoriza a vida que deu ao homem.
Posso dizer que Deus só fez e deu a vida ao homem porque Ele sabia que isso vale a pena. Deus não criaria algo “à toa” e nem que não fosse bom.
Quando Deus fez e deu a vida ao homem, é para que o mesmo desfrutasse dela, pois vale a pena viver a vida, e ainda mais viver conforme os Seus propósitos para cada um.
E a maior prova de que Deus valoriza a vida é o fato d´Ele ter enviado o Seu único filho, para que pela Sua morte tivéssemos a oportunidade de viver a vida aqui na terra, mas principalmente na eternidade com Ele no céu de glória.
Em Jo 10:10 Jesus disse que Ele veio para nos dar vida, e vida em abundância.
E Ele disse em Jo 11:25 que aquele que está n´ele mesmo que morra (fisicamente) viverá. E ele fez essa promessa sabendo que poderia cumprir.
Jesus não só tem a vida, mas Ele mesmo disse em Jo 14:6 que Ele é a vida. E assim como Ele valorizou a vida, venceu a morte para que tivéssemos vida, você pode receber essa vida que é Ele, e que Ele te oferece, e sendo assim você valorizará a vida e viverá conforme a Sua vontade para você.

Por Junior Schimidt

Video: Desligue seu ídolo


segunda-feira, fevereiro 27, 2012

Termo: Prudência


- Realiza as obras planejadas com sabedoria (Pr 24,3; Sb 9,11).
- Obtém-se com a oração (1Rs 3,9; Pr 2,6-9; Sb 8,21; 9,9-11) e com a docilidade aos pais, mestres e anciãos (Pr 1,8s; 6,20-22; 7,1s; 23,22-25; Sb 4,9; Eclo 25,3-6; 44,1-4).
- Quem observa as palavras de Cristo é prudente (Mt 7,24-27).
- A máxima prudência é dar tudo para entrar no Reino (Mt 13,44s; 19,21; 25,26s; Lc 14,28-32).
- O cristão prudente vigia, esperando o seu Senhor (Mt 25,8-11; 26,41; Lc 12,35-37; Mc 13,35; 1Pd 4,7).
- Também existe uma prudência falsa, mundana (Is 5,21; 7,12; Lc 12,16-20; 16,8).

Papel de Parede: Jo 15:12


Resolução: 1920x1080

sexta-feira, fevereiro 24, 2012

Musica: Mainstay

Banda: Mainstay
Gênero: Rock / Indie
País: E.U.A.
Sitehttp://www.myspace.com/mainstay


Quarteto formado por Justin Anderson, Ryan DeYounge, Dan Ostebo e Scott Campbell. Antes de entrarem na estrada, entendendo o que Deus tinha para eles, foram estudar e se aperfeiçoar.
Suas músicas conquistaram várias pessoas em pouco tempo.
Vale a pena ouvi-los.

Veja um vídeo:


Musica: Believe


Discografia:
- Mainstay EP, 2005
- Well Meaning Fiction, 2006
- Become Who You Are, 2007

quinta-feira, fevereiro 23, 2012

Reflexão: Eternos Aprendizes


Às vezes queremos aplicar o "ide" de Jesus, fazendo a obra, sem antes passarmos pela aprendizagem necessária.

Em Col 1.4-10, Paulo admoesta os cristãos, dizendo que, embora já tivessem compreendido o conhecimento da salvação e aceitado Jesus como Salvador, eles não poderiam estacionar (v.4-7).
O apóstolo diz que ele orava pelo povo em duas áreas, visando o alcance de uma terceira (v.9-10):
- Primeiro, eles deveriam "transbordar" do pleno conhecimento da vontade de Deus;
- Segundo, esse conhecimento deveria ser em "toda sabedoria e entendimento espiritual". 
O resultado desse conhecimento deveria ser aplicado em direção de um alvo: "a fim de viverdes de modo digno do Senhor, para o Seu inteiro agrado, frutificando em toda boa obra e crescendo no pleno conhecimento de Deus".
Com isso, ele lembrava que "fazer a obra", antes de tudo, é pregar com o testemunho de uma vida agradável a Deus e, através da consagração, dar bons frutos que cooperem não só com a bênção para o povo, mas também para o crescimento do Obreiro na plenitude do conhecimento.

Essa é também a minha oração hoje por mim e pelos meus amigos que dispensarem do seu tempo para ler essa mensagem. Deus abençoe.

Por Ev. Alaid S. Schimidt

Imagem: Berseba


Restos de uma casa Israelita em Berseba onde se podem ver as bases das paredes e colunas que formavam a casa

quarta-feira, fevereiro 22, 2012

Reflexão: Ubuntu


“Alegrai-vos com os que se alegram, e chorai com os que choram. Tende o mesmo sentimento uns para com os outros; em lugar de serdes orgulhosos, condescendei com o que é humilde; não sejais sábio aos seus próprios olhos.” (Romanos 12:15.16)



Um antropólogo estudava os usos e costumes de uma tribo na África, e porque ele estava sempre rodeado pelas crianças da tribo, decidiu fazer algo divertido entre elas; Conseguiu uma boa porção de doces na cidade e colocou todos os doces dentro de um cesto decorado com fita e outros adereços, e depois deixou o cesto debaixo de uma árvore. 

Aí ele chamou as crianças e combinou a brincadeira, que quando ele dissesse “já”, elas deveriam correr até aquela árvore e o primeiro que agarrasse o cesto, seria o vencedor e teria o direito de comer todos os doces sozinho. 

As crianças se posicionaram em linha, esperando pelo sinal combinado. 
Quando ele disse “Já!”, imediatamente todas as crianças se deram as mãos e saíram correndo juntas em direção do cesto. Todas elas chegaram juntas e começaram a dividir os doces, e sentadas no chão, comeram felizes. 

O antropólogo foi ao encontro delas e indignado perguntou por que elas tinham ido todas juntas, quando só uma poderia ter tido o cesto inteiro. 

Foi ai que elas responderam: - “UBUNTU!!!” “Como um só de nós poderia ficar feliz se todas as outras estivessem tristes?“ 
UBUNTU significa: - “EU SOU, PORQUE NÓS SOMOS!” 

Às vezes a gente pensa que vem pra África pra ensinar a eles, quando na verdade a gente tem muito do que aprender com eles.


Fonte: Internet

sexta-feira, fevereiro 17, 2012

Imagem: Reconciliação!?


Fonte: Internet

quinta-feira, fevereiro 16, 2012

Reflexão: Saiba o que é melhor que o carnaval!


Muitos encaram o carnaval como arte, outros como apenas uma festa normal, outros como disputa, outros como um motivo para festejar, outros para beber e “zuar” e etc.
Não podemos dizer que muitos só pecam por causa do carnaval, porque o pecado existe mesmo sem o carnaval, mas também não podemos dizer que muitos não usem dele para pecarem.
Ontem vi um comercial na TV sobre dados do crescimento da AIDS na juventude, principalmente no carnaval, e a “preocupação” das autoridades para que esse número não cresça e o incentivo dos mesmos para que os jovens usem camisinha. Ou seja, podem pecar à vontade, desde que usem camisinha.
Assim como outras datas e feriados, muitos usam do carnaval para externarem seus desejos carnais. Se entregando a prostituição, a bebedeira, ao uso de drogas e etc.
Carnalmente falando o Carnaval é tudo de bom, desde pornografia a sexo, desde bebidas alcoólicas a drogas, desde danças a orgias e assim por diante. Mas espiritualmente falando é tudo de ruim que afasta a pessoa de Deus.
Se entregar aos desejos da carne é a pior opção para qualquer ser humano, pois veja o que Jesus disse em Mt 15:11, 18-20 que diz: " O que contamina o homem não é o que entra na boca, mas o que sai da boca, isso é o que contamina o homem. Mas, o que sai da boca, procede do coração, e isso contamina o homem. Porque do coração procedem os maus pensamentos, mortes, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos e blasfêmias. São estas coisas que contaminam o homem; mas comer sem lavar as mãos, isso não contamina o homem". Então permitir que esses desejos carnais se externem em atitudes não só me contaminarão mas como me afastarão de Deus.

Agora, existe algo muito melhor do que o carnaval, em Ef 5:18 diz: “E não vos embriagueis com vinho, em que há contenda, mas enchei-vos do Espírito”.
Quando Paulo escreveu essas palavras estava se referindo a festa ao deus Baco, que podemos assemelhar com o nosso carnaval. Eles ficavam vários dias bebendo, dançando, praticando sexo e orgias e tudo isso em oferenda a esse deus. E Paulo inspirado pelo Espírito de Deus escreveu dizendo que melhor do que isso é se encher do Espírito Santo.
Eu te falo isso, melhor do que o carnaval é se encher do Espírito Santo!

Em Gl 5:16 diz: Digo, porém: Andai em Espírito, e não cumprireis a concupiscência da carne”. Para não dar lugar a carne ou para não externar esses desejos carnais que nos contaminam e nos afastam de Deus temos que nos encher, andar e permitir que o Espírito Santo governe sobre as nossas vidas.
Andar em Espírito é um estilo de vida. É uma escolha para se viver. É fazer com que a vontade do Espírito Santo seja maior do que a minha vontade. É ser guiado por Ele. É permitir que Ele faça em mim aquilo que Ele quer e pode.

Enquanto no carnaval há prazeres carnais, mas que depois vem o arrependimento, o medo de doenças venéreas, a ressaca, muitas vezes um filho indesejado e etc, andar em Espírito é viver experiências maravilhosas constantes com Deus.
Andar em Espírito e viver experiências com e em Deus não se compara em nada a nenhum prazer carnal.

Não se entregue as suas paixões, nem externe seus desejos, mas ande em Espírito e se encha d´Ele. Veja que é algo que devemos procurar e fazer. Se você buscar a Deus, com certeza Ele derramará sobre a sua vida o Seu Espírito, e depois você me diga se vale a pena ou não, ok?
Que Deus possa te abençoar e não perca tempo com o carnaval se entregando aos seus desejos. Eu li uma frase que diz assim: “Todo carnaval acaba!”, mas o andar em Espírito e se encher d´Ele não só te proporcionará prazeres para essa vida, mas como te garantirá uma eternidade com Deus. Pense nisso!

Por Junior Schimidt

Video: Esse é meu Rei!


quarta-feira, fevereiro 15, 2012

Reflexão: Momentos...


Tem momentos em que a gente pensa que não vai conseguir dar o próximo passo...

Tem momentos em que o desespero vem bater à nossa porta com força...

Tem momentos em que a nossa vontade carnal é deixar tudo e nos enfiar embaixo de cobertas num quarto escuro...

Tem momentos em que a nossa vontade carnal é chutar o pau da barraca...

Tem momentos em que a fé parece tão pequena, e a esperança tão descorada...

Mas nesses momentos, encontramos força e resistência no compromisso que temos com o Senhor, com a Sua Igreja, com a Sua Palavra e a responsabilidade fala mais alto!

E daí, continuamos...

E daí, somos renovados...

E daí, Ele vem nos encontrar com os braços abertos e nos recolhe em Seu aconchego...

E daí, vemos que vale a pena!

E daí, nossos olhos se abrem e vislumbramos aquilo que nos espera do outro lado da vida!

E buscamos a paciência dos santos...

E vamos em frente:

Olhando para Jesus, o Autor e Consumador da nossa fé!

Olhamos para Ele e somos iluminados, aleluia!


Por Ev. Alaid S. Schimidt

Papel de Parede: Ando na contramão do mundo


Resolução: 1920x1080

terça-feira, fevereiro 14, 2012

Reflexão: Como você quer que Deus te trate?


Relacionamento nunca foi algo fácil. Eu sempre digo que para aguentar o ser humano é só Deus mesmo.
Nos desentendemos muitas vezes com pessoas que amamos e que nos amam. São os pais, irmãos, cônjuge, amigos e etc.
Muitas vezes queremos que Deus nos trate melhor do que tratamos o nosso próximo. E ao meu ponto de vista, isso é muito egoísmo da nossa parte. Mas infelizmente isso faz parte da nossa natureza degenerada pelo pecado.
Mas a Bíblia nos ensina lições valiosas sobre esse tema, as quais gostaria de compartilhar com você.

1) Oração do Senhor, ou Pai Nosso
Em Mt 6:9-13 diz: “Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome; Venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu; O pão nosso de cada dia nos dá hoje; E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores; E não nos induzas à tentação; mas livra-nos do mal; porque teu é o reino, e o poder, e a glória, para sempre. Amém”.
Creio que assim como eu, você já perdeu as contas de quantas vezes fez essa oração, certo?
Dentre outras lições maravilhosas que aprendemos aqui, vamos nos reter a parte do nosso tema, a qual eu sublinhei: “E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores”.
Aprendemos aqui algo lindo e simples: Deus me tratará da mesma forma como eu trato meu próximo. Ou seja, não posso tratar o próximo mal e querer que Deus me trate bem.
Mas o que me chama atenção aqui, é que Jesus não está dizendo sobre as pessoas que nos amam e nos fazem bem, mas Ele está dizendo sobre os nossos devedores, ou seja, são pessoas que agiram de má fé conosco, que nos passaram para trás, que nos enganaram e etc. Seria fácil Jesus dizer que conforme eu trato as pessoas que me amam e só me fazem bem, seria a mesma forma que Deus me trataria, mas Jesus foi mais além, em dizer que da forma eu trato as pessoas que me fizeram algum mal será a forma que Deus me tratará.

2) Parábola do Credor Incompassivo
Mt 18:23-35 diz: “O reino dos céus é comparado a um rei, que resolveu ajustar contas com os seus servos. Ao fazê-lo, apresentou-se um que lhe devia dez mil talentos; mas, como não tivesse com que pagar, ordenou o seu senhor que vendessem a ele, a sua mulher, a seus filhos, e tudo o que tinha, para ficar quite da dívida. O servo, porém, lançando-se aos pés, suplicou-lhe: Tem paciência comigo, que tudo te pagarei. Então o senhor, compadecido daquele servo, deixou-o ir livre, e perdoou-lhe a dívida. Tendo saído o tal servo, encontrou um de seus companheiros, que lhe devia cem denários, e, agarrando-o, sufocava-o, dizendo: Paga o que me deves. O companheiro, lançando-se aos pés, implorou: Tem paciência comigo, que tudo te pagarei. Ele, porém, não o atendeu. Retirou-se e fez que o metessem na cadeia, até pagar a dívida. Vendo, pois, os outros servos, o que se tinha passado, ficaram muito tristes e foram contar ao senhor tudo o que havia acontecido. Então, o senhor chamou-o à sua presença e disse-lhe: Servo malvado, eu te perdoei toda aquela dívida, porque me vieste rogar para isso; não devias tu também ter compaixão de teu companheiro, como eu tive de ti? E, indignando-se, o seu senhor o entregou aos verdugos, até que pagasse tudo quanto lhe devia. Assim também meu Pai celestial vos fará, se cada um de vós, do íntimo do coração, não perdoar a seu irmão”.
Que dura realidade, queremos que Deus nos trate bem e nos perdoe enquanto fazemos o contrário com nosso próximo. Que triste!!!!

Então vemos nessas duas passagens que conforme eu trato as pessoas, não só aquelas que nos amam e nos fazem bem, mas principalmente aquelas que nos devem algo e que em algum momento nos decepcionaram, nos frustraram e nos fizeram mal.
Deus é justo (Sl 129:4) e fará cumprir a Sua justiça em nossas vidas. Ele nos sonda e nos conhece (Sl 139) e sabe como tratamos as pessoas, e assim Ele nos tratará.
Então de acordo com essa rápida reflexão você pode responder a pergunta: Como você quer que Deus te trate? E sabendo o que a Bíblia diz sobre esse tema, você faça a sua escolha!
Deus te abençoe, em nome de Jesus.

Por Junior Schimidt

Video: Jesus está irritado com você!


segunda-feira, fevereiro 13, 2012

Estudo: Como resolver problemas de relações interpessoais


Conflitos existem nos relacionamentos desde a primeira família da humanidade. Movido pela inveja, Caim matou seu irmão Abel (Gn 4). Desde então, matar, destruir, desprezar, criticar, difamar, mostrar indiferença e outras atitudes tem sido as soluções encontradas pelo homem carnal para resolver os problemas das ofensas. Resumindo, dois perigos podem ocorrer quando a ofensa surge: a conduta ímpia e o impacto negativo na vida dos outros.

Conduta ímpia 
Quando ofendida, a pessoa deve se guardar dos desejos de vingança e das emoções abrasadoras. Isso porque tais sentimentos agravam o problema e o tornam maior do que geralmente é. Ao escolher a conduta ímpia precisamos estar cientes que o ódio, as discussões, os ciúmes, acessos de ira, contendas, dissensões e maldições nos impedem de estar, permanecer e participar do reino de Deus: “não herdarão o reino de Deus os que tais coisas praticam”, Gl 5.20-21; Tg 3.13-16. 
Vemos em Provérbios 15.18: “O homem iracundo suscita contendas, mas o longânimo apaziguará a luta”. O descuido em buscar um procedimento condizente com a Palavra de Deus, adotando a conduta cristã, acaba por prejudicar a nossa vida espiritual e, porque não dizer, até física e mental. As perdas podem se tornar irrecuperáveis. Já pensou no desespero, como já vimos muitos casos, quando alguém briga com seu próximo e este, momentos após, morre em um acidente sem que tivessem se reconciliado? Carregar a culpa e o remorso vai ser a triste sina da pessoa que se deixa levar pela ira. E para onde irá o que morreu com o coração carregado de sentimentos negativos? 
"Acautelai-vos por vós mesmos, para que nunca vos suceda que o vosso coração fique sobrecarregado com as conseqüências da orgia, da embriaguez e das preocupações deste mundo, e para que aquele dia não venha sobre vós repentinamente, como um laço", Lc 21.34. “Segui a paz com todos e a santificação sem a qual ninguém verá o Senhor”, Hb 12.14.

Impacto negativo em terceiros 
Quando o ressentimento ou raiz de amargura toma conta do nosso coração, não só assumimos a conduta dos ímpios, como contaminamos os que nos rodeiam (Hb 12.15). Acabamos envolvendo outros que não têm nada a ver com o problema, no efeito bola de neve. Ao incluir pessoas no assunto que só a nós e ao ofensor pertence, acabamos por induzi-las a pecar, a tomar partido contra alguém que nenhum mal lhes fez. 
O resultado pode ser catastrófico: o ofensor, que poderia ter sido resgatado do seu procedimento pela nossa boa conduta, pode ser lançado num lamaçal sem retorno. Ou o ofendido poderia ter sido admoestado a tomar a conduta cristã, o que nos tornaria mensageiros da paz e não instigadores da guerra. O resultado seria de bênçãos para todos.

O ensino bíblico
A Bíblia mostra o caminho correto a seguir quando somos ofendidos ou sabemos que alguém está ofendido contra nós. Tanto com relação à família e aos amigos, como aos irmãos da fé, filhos de Deus, lavados e remidos pelo sangue de Jesus. Se quisermos acertar, se desejamos a vontade de Deus em nossas vidas, o melhor é obedecer aquilo que Ele nos orienta a fazer. Os conflitos podem resultar em bênção, em ganho e não em perda, o que acrescenta benefícios na vida de todos os envolvidos.
O melhor a fazer seria perdoar incondicionalmente, voluntariamente, orando pelo transgressor com o mesmo amor e ardor com que Cristo intercede por nós, Mt 5.38-48; Rm 8.34. Se Cristo nos ama apesar das nossas culpas e imperfeições, oferecendo-nos oportunidades todos os dias, imitar a Sua conduta não só irá nos identificar com Ele, como também nos livrará de situações embaraçosas ao iniciarmos um confronto.
Todavia, se acharmos que devemos colocar um fim na situação, esclarecendo-a, o Senhor Jesus orienta os passos a seguir, baseados no texto de Mateus 18.14-22: 


Imagem: Pai nosso


Fonte: Internet

quinta-feira, fevereiro 09, 2012

Reflexão: Corpo de Cristo


Cristo é a Cabeça, a Igreja é o corpo de Cristo. Como Cabeça, Ele deve ter o comando da Igreja. A Igreja de Cristo é universal, invisível e só Ele conhece quem dela faz parte realmente. Por isso, devemos congregar, lutar pela unidade do corpo, adorar a Deus no corpo e com o corpo. É difícil crer que alguém esteja sob o domínio de Cristo, sem estar em comunhão com o Seu corpo. É difícil imaginar alguém amando apenas a cabeça e não desejando o corpo de Cristo. 
Cuidamos das partes do nosso corpo que estão enfermas, doendo, enfraquecidas. Tratamos os sofrimentos do nosso corpo. Como seríamos indiferentes com os membros do corpo de Cristo?

"Congrega-te, sim, congrega-te, ó nação que não tens desejo, antes que saia o decreto, e o dia passe como a palha; antes que venha sobre vós a ira do SENHOR; sim, antes que venha sobre vós o dia da ira do SENHOR. Buscai o SENHOR, vós todos os mansos da terra, que pondes por obra o seu juízo; buscai a justiça, buscai a mansidão; porventura sereis escondidos no dia da ira do SENHOR" (Sof 2.1-3).

"não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando aquele dia”(Hb 10.25).

Por Alaid S. Schimidt

Papel de Parede: 1 Coríntios 11:24


Resolução: 1920x1080

quarta-feira, fevereiro 08, 2012

Reflexão: Ainda é tempo de louvar



Bom dia pessoal!!!
Vamos à nossa nova postagem, enquanto acordava após ter uma noite de oração veio uma frase em minha mente “Ainda é tempo de louvar". Por muitos dias me peguei perguntando como louvarei em meio às tempestades, nos momentos quando não estamos bem e o nosso coração se pega entristecido, mas a resposta de Deus é que ainda a tempo de louvá-lo e o adorá-lo.
Vivemos em um mundo capitalista que tem cobrado do ser humano cada vez mais e mais, o qual o tem levado a gastar o seu tempo de forma errada, buscando os seus próprios interesses e sonhos.
Mas como já disse a resposta de Deus a nós em pleno século XXI é que devemos o adorá-lo, porque como diz no Evangelho de João, que Deus procura os verdadeiros adoradores e estes buscam a face do Deus de Jacó a todo instante não importando a circunstancia.
Existe um ditado que diz: “Quem canta os males espanta” pode até ser, mas ao ver na bíblia, a palavra de Deus, me deparo com o livro de Salmos 150:1-6, que nos diz: “Louvai ao Senhor! Louvai a Deus no seu santuário; louvai-o no firmamento do seu poder! Louvai-o pelos seus atos poderosos; louvai-o conforme a excelência da sua grandeza! Louvai-o ao som de trombeta; louvai-o com saltério e com harpa! Louvai-o com adufe e com danças; louvai-o com instrumentos de cordas e com flauta! Louvai-o com címbalos sonoros; louvai-o com címbalos altissonantes! Tudo quanto tem fôlego louve ao Senhor. Louvai ao Senhor!” 
Nesta passagem você encontrará várias razões para louvar ao Senhor independente da situação presente que você vive ou esteja passando, Deus nos convida a louvá-lo por tudo que Ele é ,e por tudo que fez e fará nas nossas vidas.
Deus nos convida a fazermos uma entrega total de nosso ser a Ele, ou seja, render nossas vidas em adoração total ao Senhor, pois faz com que todas essas circunstancias sejam tratadas e cuidadas por Jesus Cristo, nosso Salvador.
Meus leitores, novamente te digo: Louve sempre e exalte ao Senhor em todo instante, porque Ele esta cuidando de você, uma pergunta lhe faço neste momento, porque que motivo você parou de louvar?
Saiba o que novamente nos diz o livro de Salmos “ Louvai ao Senhor, por que Ele é bom, porque a sua benignidade é para sempre”. Queridos Deus nos chama para uma nova história por isso, tenha em seu coração uma sede e vontade de adorar e louvar sempre porque o preço mais caro deste mundo já foi pago e você é livre então decida viver uma vida de total entrega ao Senhor Jesus.

Por Rafael Barbosa

Musica: Mia Fieldes

Banda: Mia Fieldes
Gênero: Louvor / Adoração
País: Austrália
Sitehttp://www.facebook.com/people/Mia-Fieldes/610086484


Mia Fieldes é compositora da Hillsong Austrália, entre suas composições interpretadas pelo ministério australiano estão as canções All For Love, Always, Deep of Your Grace, Here in My Life e Saviour King - esta última em parceria com Marty Sampson.
Com um talento que Deus deu, vale a pena ouvi-la.

Veja um vídeo:



Discografia:
2003 Consume Me
2008 - There is a Reason

terça-feira, fevereiro 07, 2012

Reflexão: Tirai a pedra


“Disse Jesus: Tirai a pedra. Marta, irmã do defunto, disse-lhe: Senhor, já cheira mal, porque é já de quatro dias.” – João 11:39

Por toda narrativa bíblica, desde o inicio do Genesis até o ultimo capitulo de Apocalipse vemos a ação de Deus na Terra operando milagres e curas, sendo que este ministério foi um pouco mais específico na vinda de Jesus ao mundo para nos salvar.
No ministério de Jesus relatado nos Evangelhos, temos diversos exemplos de pessoas que conquistaram o milagre e a cura para sua vida, contudo este feito somente aconteceu consequente a fé de cada indivíduo.
Como por exemplo, o Cego de Jericó que ao saber que Jesus passava, clamava com fé pedindo a Jesus o milagre, ou como o Centurião de Carfanaum que veio a Jesus lhe falar que seu servo estava doente e que precisava do milagre.
No Evangelho de João enfatiza Jesus, o Filho de Deus, e os acontecimentos que ocorreram ao redor de Jerusalém por ocasião de varias festas judaicas, como a Festa da Dedicação citada no capitulo 10.
O texto mencionado no inicio retrata um dos acontecimentos do ministério de Jesus, a ressurreição de Lázaro. Aconteceu que Lázaro de Betânia ficou enfermo e chegou a Jesus esta notícia então ele disse que está enfermidade não é para morte, mas para gloria de Deus.
Quando Jesus ficou sabendo desta enfermidade, permaneceu dois dias no lugar que estava e depois tomou a iniciativa de ir para a Judéia (que é o oposto de Betânia). Então Jesus chega depois de quatro dias para o funeral de Lazaro.



Video: Igreja Morna e Falsos Cristãos


segunda-feira, fevereiro 06, 2012

Estudo: Definindo corretamente Teologia



“É a disciplina que transmite o ensinamento sobre a pessoa e os atributos de Deus, e seu especial relacionamento com Sua criação, em particular o homem” (Itepar).

O termo Teologia é de origem grega, e etimologicamente significa tratado, ciência de Deus. A Enciclopédia Encarta define teologia como “disciplina que expressa a razoabilidade dos conteúdos de uma fé religiosa, apresentados em um conjunto coerente de proposições”. O termo começou a ser utilizado pelos cristãos a partir de Euzébio de Cesárea. Desde então vem sendo entendido como a exposição metódica e estruturada da revelação aceita pela fé. É o mesmo que compreender e penetrar nas verdades reveladas à luz da razão iluminada pela fé. Numa definição simplista, teologia é a ciência na qual a razão do crente, guiada pela fé teologal, se esforça em compreender melhor os mistérios revelados em si mesmos e em suas conseqüências.
O objeto material da Teologia é Deus (objeto primário ou principal) e todas as realidades por Ele criadas e governadas por seu desígnio salvador (objeto secundário). O objeto formal é único, pois objeto formal é o próprio Deus. Podemos dividir a Teologia em Natural (a fonte de informação é a “natureza”); Teologia Sistemática (as principais fontes de informação estão na revelação, na filosofia e na psicologia); e Teologia Bíblica (a fonte de informação é estritamente a Bíblia).
O pressuposto absoluto da Teologia é a Fé, sendo que aquela se faz a partir e dentro da fé, sendo algo mais que uma simples reflexão racional sobre os dados da revelação. Portanto, a Teologia é o desenvolvimento da dimensão intelectual do ato de fé. É uma fé reflexiva, fé que pensa, compreende, pergunta e busca. Trata de elevar, dentro do possível, o crer ao nível da inteligência.
A Teologia não é uma ciência, se entendermos por ciência somente a disciplina caracterizada por uma aproximação à verdade (com um método e um poder sobre o real) ligada a uma gestão cuja exatidão é dirigida e verificada por uma experimentação, onde o científico seria somente o rigorosamente verificável. Mas se entendermos como ciência aquela disciplina que pode provar um objeto, um método próprio e possa desembocar em condições que se possam comunicar aos outros, nesse sentido poderíamos falar de ciência canônica, ciência bíblica e ciência teológica, em razão do rigor.

Por Ev. Alaid S. Schimidt

Imagem: Túmulo de Zacarias


Túmulo de Zacarias no vale de Cedron em Jerusalém

sexta-feira, fevereiro 03, 2012

Reflexão: Não lute, Fuja!


Quem sabe quando você leu esse título você deve ter pensado que eu estou ensinando algo anti-bíblico, certo?
Você já deve ter ouvido muito: Em Jesus você é mais do que vencedor! Você é um valente de Deus! Você não deve fugir, mas deve lutar e vencer! E coisas desse tipo, certo?
Verdadeiramente em Jesus nós somos mais do que vencedores (Rm 8:37). A nossa vitória vem do Senhor (Pv 21:31b).
Quem sabe você me diga o texto de Tg 4:7 que diz: “Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós”. Nesse caso quem vai fugir é o diabo de nós, mas isso só acontecerá se nos sujeitarmos a Deus e resistir ao diabo. Muitos querem que o diabo fuja sem se sujeitarem a Deus, fica a dica!

Mas eu quero te falar de algumas lutas em que a Bíblia nos diz que devemos fugir. É isso mesmo! Não que Deus não possa nos dar vitória dessas coisas, mas ela nos ensina que devemos fugir, pois assim sendo nós faremos a nossa parte e Deus fará a parte d´Ele.
Em 1 Co 10:14 diz: “Portanto, meus amados, fugi da idolatria
Em 1 Co 6:18 diz: “Fugi da prostituição. Todo o pecado que o homem comete é fora do corpo; mas o que se prostitui peca contra o seu próprio corpo
E em 2 Tm 2:22 diz: “Foge também das paixões da mocidade; e segue a justiça, a fé, o amor, e a paz com os que, com um coração puro, invocam o Senhor”.

Eu poderia dizer que fugir quer dizer correr, dar as costas, sair de perto e significados semelhantes a estes. Mas podemos dizer que em todos os significados é o sentido de sair de perto, não ficar e etc.
E podemos dizer que deve ser tomada uma decisão e ser realizada uma ação, ok?

Video: Louco Amor


quinta-feira, fevereiro 02, 2012

Estudo: Escolhendo viver o Amor


Amor, uma palavra, quatro letras e talvez seja o que mais intriga nós seres humanos há muito tempo, um enigma que sempre tentaram desvendar mais nunca ninguém chegou nem perto disso, mas eu costumo dizer a seguinte frase: "O Amor não é para ser Entendido, mas sim para ser Vivido". E é baseado nisso em que tento viver o amor, de forma pura, e real, porque quando pego a Bíblia e começo a admira-la do inicio ao fim percebo que ela é baseada em uma única palavra de somente quatro letras, sim, o Amor, a Bíblia do inicio ao fim nos mostra o Grande, Maravilhoso Amor de Deus sendo colocado em pratica, amor este que é exemplo para todos nós, e falando de amor logo me lembro daquele texto situado na primeira carta do Apostolo Paulo aos Coríntios: 
"Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine. E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria. E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria. O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece. Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade; Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá; Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos; Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado. Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino. Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido. Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor." 1 Coríntios 13:1-13
Este é um texto bastante famoso, onde os "apaixonados de plantão" não se cansam de ler, mas eu gosto muito deste texto porque vejo nele uma grande mensagem a ser impactada e plantada em todos os nossos corações, com certeza esta seja a melhor definição ao amor que qualquer pessoa já fez, o Apostolo Paulo escreveu guiado pelo Espírito Santo a única descrição do Amor em que eu ou qualquer pessoa lendo consegue entender, algo que parece ser tão complicado sendo desvendado de forma simples e direta. Amor este que é grande, como Podemos ver em João 3:16 : "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna", vemos neste texto que o Apostolo João não encontrou palavras para dizer quão grande e maravilhoso é o Amor de Deus, ele disse de Tal Maneira, o que nos da a sensação de infinito, sabemos que o amor é base do evangelho e que nós devemos a cada dia praticar o amor, mas eu sempre fico me perguntado como praticar este amor, parece ser tão difícil, mas ai eu entendo que o Amor não é um objetivo a ser alcançado, mas sim uma escolha de vida, lutamos tanto para alcançar o amor, sendo que basta vivermos o amor, porque vivendo vamos perceber o quão maravilhoso é, e assim não vamos querer ficar com este amor só para nós, mas vamos querer espalha-lo, para todos poder experimenta-lo também. Viver o amor, não só enquanto for adorador dentro da igreja, mas em seu trabalho, em sua casa, em sua escola, na faculdade, em todos os momentos que nós possamos viver o amor e compartilha-lo, porque este Amor é grande demais para que fiquemos só para nós. E para terminar deixo o Versículo 13 de 1 Coríntios 13 onde o Apostolo Paulo diz: "Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor." Que nós possamos permanecer e viver sempre neste Amor! Deus os abençoe.

Por Daniel Ramires

Video: Temor aos homens vs. Temor a Deus


quarta-feira, fevereiro 01, 2012

Reflexão: Você vive ou sobrevive?


Um dia ouvi essa frase: “Alguns vivem e outros sobrevivem”.
E a pessoa que disse essa frase explicou dizendo que os que vivem são aquelas pessoas que podem desfrutar da vida. Podem viver em residências boas, ter carros bons, realizarem viagens boas e assim por diante. E explicou que as pessoas que sobrevivem são aquelas pessoas que o que ganham dá para pagar o aluguel, comida e pouco sobra para fazer algo a mais.

E essa declaração me levou a pensar na questão espiritual: Tem os que vivem e os que sobrevivem. E eu te pergunto: A qual desses dois grupos você pertence?

Sabemos que Deus tem muito para realizar em nossas vidas, que se buscarmos, pedirmos, orarmos, jejuarmos e obedecermos, viveremos coisas lindas e extraordinárias em Deus e na vida espiritual. E eu sempre digo isso com base bíblica: Só não vive essas coisas quem não quer viver. Pois Deus está pronto e quer realizar essas coisas em nossas vidas.
 Leia alguns textos bíblicos que comprovam essa tese:
- Jr 33:3: “Clama a mim, e responder-te-ei, e anunciar-te-ei coisas grandes e firmes que não sabes
- Mt 7:7-8: “Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á. Porque, aquele que pede, recebe; e, o que busca, encontra; e, ao que bate, abrir-se-lhe-á
- Ef 3:20: “Ora, àquele que é poderoso para fazer tudo muito mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera

Se você for dos que sobrevivem na sua vida espiritual, você deve levar o seu relacionamento com Deus de qualquer jeito, deve aparecer nos cultos quem sabe no domingo à noite, ou em trabalho especial ou somente quando te der vontade. Ter contato com a Bíblia é raro e orar e jejuar só quando precisa que Deus faça algo.
E o que me chama atenção são o amor e misericórdia de Deus, porque quando a pessoa busca a Deus, Deus vai abençoar de alguma forma.
Veja o que diz em 2 Tm 2:12 e 13: “Se sofrermos, também com ele reinaremos; se o negarmos, também ele nos negará; Se formos infiéis, ele permanece fiel; não pode negar-se a si mesmo”.
Como vimos acima quando clamamos e oramos Deus responde, e isso não quer dizer só porque fizemos isso, mas quer dizer mais sobre Deus. E quando a pessoa que não leva a sua vida espiritual normalmente a sério ora e busca o Senhor, Ele se compadece e faz algo, e esse agir de Deus vai renovar e ajudar a pessoa de alguma forma, e é isso o que faz a pessoa sobreviver na sua vida espiritual.
Mas quem somente sobrevive não vive o que citamos acima, ela se contenta com pouco, não cresce, não desenvolve, não vive o extraordinário de Deus.

Se você quiser viver o sobrenatural de Deus, é possível. Não se contente apenas em sobreviver na sua vida espiritual, mas alcance e viva o que Deus tem para realizar em sua vida, em nome de Jesus.

Por Junior Schimidt

Imagem: O que adianta?


Fonte: Internet

Reflexão: Exterminando a mosca morta


“Assim como as moscas mortas fazem exalar mau cheiro e inutilizar o ungüento do perfumador, assim é, para o famoso em sabedoria e em honra, um pouco de estultícia.“ Eclesiastes 10:1

Enquanto o povo de Israel caminhava pelo deserto, o Senhor instituía funções para eles. Dentre as várias funções que o Senhor institui, destaca-se a do perfumista, este por sua vez, tinha a função de preparar, por exemplo, o ungüento para a unção. “E disto farás o azeite da santa unção, o perfume composto segundo a obra do perfumista: este será o azeite da santa unção.”Êxodo 30:25
O processo para chegar no resultado do ungüento era minucioso e exigia cuidados, pois qualquer erro e desatenção estragaria todo o ungüento, e assim, não poderia ser utilizado.
E agora Salomão afirma que a mosca morta inutiliza o ungüento, e ele não serve mais para ser usado. Mas a mosca não está morta? Um ser tão pequeno, insignificante, e morto, pode apresentar perigo?
Se a mosca estivesse viva, seria fácil enxotá-la, pois conseguimos percebê-la. Mas neste caso por algum motivo, aquela mosca morta está ali, dentro do vasilhame do óleo precioso, decompondo=se, espalhando por todo o ungüento sua podridão, e assim, fazendo da arte do perfumista, um material inútil. O precioso óleo deveria ser descartado e outro ser preparado.
O que se vê é o seguinte, o pequeno destrói o grande, o morto mata o vivo e o insignificante tira a essência. Devemos exterminar a mosca morta de nossas vidas.
Quantas vezes, pensamentos insignificantes, frases pequenas, ações incontroladas, estragam, acabam e matam toda uma vida. Relacionamentos acabam, sonhos são destruídos, ministérios vão as ruínas e pessoas perdem a salvação em Cristo, pelo poder da mosca morta. Não se deixe enganar, as coisas pequenas, que parecem não ter o poder, a grandeza de destruírem, elas são poderosas. Nós devemos exterminar as moscas mortas que pairam sobre nossas vidas, mesmo estando mortas elas ainda matam.
Agarremos-nos a pessoa de Jesus, e clamemos pela sua graça, pois a mosca morta quer nos matar, mas o Senhor nos ajudará a exterminarmos a mosca morta da nossa casa, dos nossos relacionamentos, da nossa vida espiritual, dos nossos ministérios e da igreja. Não se engane a mosca morta ainda pode matar, por isso, vigie. Deus te abençoe.

Por Kayo César

Video: Davi, Golias e o Evangelho