Pages

sexta-feira, abril 29, 2011

Reflexão: Liberdade entre amigos


Como é bom ter amigos. Mas vem uma pergunta: Até onde vai nossa liberdade com eles?
Já ouvi muitos dizerem assim: Perco o amigo, mas não perco a piada. Será que isso é uma liberdade na amizade?
Me ensinaram que a minha liberdade termina quando começa a do outro.
É claro que amigo é aquela pessoa que temos liberdade. Podemos brincar, nos abrir, pedir ajuda e tantas outras coisas. Mas será que eu tenho liberdade para constrangê-lo? E ferir seus sentimentos? E até a sua fé? E tudo isso por causa da liberdade que eu tenho com ele?

A Bíblia fala sobre amizade, e ela aprova isso, mas ela nos ensina como deve ser.
Ela nos fala de Davi e Jônatas. Talvez a mais conhecida amizade na história seja a de Davi com Jônatas, filho do rei Saul. O ciumento rei tentou matar o jovem Davi, escolhido por Deus como seu sucessor. Pelo mesmo motivo, Jônatas poderia ter olhado para Davi com inveja ou ódio. Se Deus não tivesse nomeado Davi, o próprio Jônatas seria rei depois da morte de Saul. Mas Jônatas não mostrou tais atitudes. Ele manteve uma amizade especial com Davi durante toda a sua vida. Quando Saul tentou matar Davi, foi Jônatas quem protegeu o seu amigo (1 Samuel 20). Davi lamentou amargamente a morte deste amigo excepcional (2 Samuel 1:17-27). Mesmo depois da morte de Jônatas, Davi mostrou bondade para com seu filho aleijado, Mefibosete (2 Samuel 9).

Imagem: Deserto da Judéia

Deserto da Judéia

Estudo: Deus, através do Seu poder, se quisesse poderia ter evitado que o homem pecasse?


Certamente, Deus é o Todo-Poderoso, Sl 91.1. Ele poderia ter criado robôs ou bonecos que recitassem: “Eu te amo”, sempre que desse “corda” neles ou ligasse um botão. Deus teria “programado” o homem e dirigido como quisesse, à mercê de alguns controles remotos.
Para responder a essa pergunta, é preciso analisar, portanto, os atributos de Deus. Ele é Todo-Poderoso (Onipotente), ou seja, tem o poder sobre todas as coisas – “poderia”, se “quisesse”. Mas Ele também é o Grande Legislador, que comunica e revela ao homem a Sua perfeita vontade, esperando que haja uma retribuição de obediência – “poderia”, se o homem obedecesse. Creio que a lei de Deus já existia antes da criação do homem, caso contrário os anjos rebeldes não teriam sido julgados. Deus é, além disso, Justo e o Seu poder jamais anulará a Sua justiça. Deus não pode negar-Se a Si mesmo naquilo que Ele é, 2 Tm 2.13. A Sua santidade e o Seu amor não anula o Seu poder de julgamento.
Em vez de máquinas, Deus preferiu criar os homens à Sua imagem, com livre arbítrio. É logicamente impossível dar aos homens livre escolha e não lhes permitir decidir livremente. Mas não poderia Deus ter dado aos homens livre escolha e só eliminar as más conseqüências que resultassem dessas escolhas? Talvez, mas ainda é duvidoso que escolha sem conseqüência seja realmente autêntica. De qualquer modo, conseqüências sofridas são freqüentemente bênçãos. A sensação de dor quando tocamos um objeto quente ensina-nos a não tocar num fogão quente. Se não fosse sentida a dor, maiores danos certamente resultariam.
O detalhe é que se Deus interviesse na decisão do homem de pecar, estaria interferindo em sua liberdade de escolha, algo totalmente contra o governo de Deus. Analisando o relato da queda do homem (e entendendo o caráter de Deus), vemos que o pecado deveria ser evitado pelo homem e não por Deus. O homem tinha tudo em suas mãos para evitar o pecado, mas não o quis; isto mostra-nos que o evitar o pecado não era encargo de Deus, mas sim do homem, pois este recebeu inteligência para isto e também foi avisado das conseqüências do pecado, Gn 2.16 e 17.

Musica: Gateway Worship

Banda: Gateway Worship
País: E.U.A.
Gênero: Louvor e Adoração
Site: http://gatewayworship.com

Gateway Igreja tornou-se sinônimo de expressões de adoração. Mas foi uma jornada de descoberta e de resposta ao que Deus está fazendo nesta igreja que cresce rapidamente.
"Quando eu comecei na igreja, houve a necessidade de uma compreensão mais profunda de que a adoração é tudo," diz Thomas Miller, pastor da Gateway adoração. "A pessoa que estava mais apaixonada adorar o Senhor era o nosso pastor, Robert Morris. Ele foi o principal líder de adoração da igreja. "
Inspirado na paixão de Morris para o louvor, Miller e sua equipe fizeram da adoração uma parte ainda mais essencial da cultura Gateway.
Vale a pena ouvi-los.


Musica: Pure


Discografia:
- Unsearchable, 2003
- Living For You, 2005 e 2006
- Wake Up The World, 2008
- The More I Seek You, 2010
- God Be Praised, 2010

quarta-feira, abril 27, 2011

Personagem: Abisague

Hb “meu pai foi homem errante” – 1 Re 1:1-4 – moça sunamita, virgem, sobremaneira formosa. Trazida para aquecer o rei Davi em sua velhice. Cuidou dele e o serviu, sem ter com ele nenhuma relação, v.4. Estava presente quando Davi prometeu a Bate-Seba que Salomão seria o seu sucessor, 1 Re 1:15, conhecedora, portanto, da vontade real acerca do reino. Após a morte do pai, Adonias, filho mais velho de Davi, pediu Abisague a Salomão, por meio de Bate-Seba, o que causou a morte daquele, devido às intrigas que havia em torno da sucessão do trono.

terça-feira, abril 26, 2011

Papel de Parede: Mc 10:15

Resolução: 1440x900

Reflexão: Aproveitando o tempo para adorar a Deus

Sl 84:4: "Bem-aventurados os que habitam em Tua casa, louvar-Te-ão continuamente"

Tem uma frase sobre "tempo" que diz assim: "Jesus saiu da eternidade e entrou no tempo, para levar o homem do tempo para a eternidade"
Eu posso dizer que Deus tem nos dado todo o tempo do mundo. Como diz em Eclesiastes no cap. 3 que existe tempo para todas as coisas.
E eu te pergunto: "O que você faz com esse tempo?", "Como você usa esse tempo?"
Deixa eu te falar uma realidade espiritual e bíblica muito séria: A forma como você usa o tempo na vida presente, resultará na sua eternidade!
Quero usar como base bíblia o texto de Hb 8:5a que diz: "Eles servem num santuário que é cópia e sombra daquele que está nos céus".
Então eu posso te dizer que estar na casa de Deus, adorar a Deus, estar envolvido nas coisas de Deus e ter compromisso com Deus, é um "ensaio" para o céu.
Em Amós 4:12 diz: " Prepara-te ó Israel, para te encontrares com o teu Deus"
Dai surge uma outra pergunta: Como que eu me preparo para esse encontro? E eu te dou algumas respostas: Indo nos cultos, adorando a Deus, me comprometendo com as coisas de Deus e usando meu tempo de forma sábia, para que o meu viver aqui na terra seja para me levar a viver a eternidade no céu.

segunda-feira, abril 25, 2011

Video: Firmes na liberdade de Cristo para não voltarmos a escravidão



Estudo: Milagres de Jesus

– Cego: Mc 8,22.
– Cego Bartimeu: Mc 10,46.52; Lc 18,35.
– Cego de nascença: Jo 9.
– Criado do oficial romano: Mt 8,13; Lc 7,1s.
– Curas em massa: Mt 4,23; Mc 1,34; Lc 8,2.
– Figueira amaldiçoada: Mt 21,19; Mc 11,13.
– Filho do oficial romano: Jo 4,46.
– Hidrópico: Lc 14,2.
– Jesus aparece no lago de Tiberíades: Jo 21,1.
– Jesus caminha sobre as águas: Mt 14,25.
– Jesus envia o Espírito Santo: At 2,1s.
– Jesus passa incólume pelos inimigos: Lc 4,29s.
– Jesus passa por portas trancadas: Jo 20,19.
– Leprosos (dez): Lc 17,12.

domingo, abril 24, 2011

Video: Páscoa - A Comunhão dos Santos



sábado, abril 23, 2011

Reflexão: O Toque do Senhor


"Também Saul se foi para sua casa, a Gibeá; e foi com ele uma tropa de homens cujo coração Deus tocara (I Samuel 10:26)."


Ler estas palavras tem me levado a orar por um novo toque de Deus. Que coisa maravilhosa é ser tocado por Deus, no coração! Não existe nada incomum a respeito da palavra hebraica usada neste versículo; ela significa apenas "tocar", no sentido comum. Deus tocou o coração daqueles homens.
O toque de Deus no coração de alguém é algo impressionante. É impressionante porque o coração é tão precioso para nós - tão profundo, tão íntimo, tão pessoal. Quando o coração é tocado, somos tocados profundamente. Alguém penetrou as camadas protetoras e chegou ao centro. Fomos conhecidos. Fomos descobertos e vistos.
O toque de Deus é impressionante porque Deus é Deus. Pense no que é dito neste versículo! Deus tocou aqueles homens. Não foi a esposa, nem um filho, nem o pai ou a mãe, nem um conselheiro. Foi Deus quem tocou. Aquele que tem infinito poder no universo. Aquele que tem infinita autoridade, sabedoria, amor, bondade, pureza e justiça. Foi Ele quem tocou o coração daqueles homens.
O toque de Deus é impressionante porque é um toque. É uma conexão verdadeira. O fato de que esse toque envolve o coração é impressionante. O fato de que esse toque envolve a Deus é admirável. E, por ser um toque real é maravilhoso. Os homens valentes não somente ouviram palavras sendo-lhes dirigidas. Não somente receberam uma influência divina. Não foram apenas vistos e conhecidos externamente. Deus, com infinita condescendência, tocou-lhes o coração. Deus estava bem próximo. E os homens não foram consumidos.
Amo esse toque. Desejo-o mais e mais. Desejo-o para mim mesmo e para todos os membros de nossa igreja. Rogo a Deus que toque em mim e em toda a sua igreja, de maneira nova e profunda, para a sua glória. O texto bíblico diz que eles eram uma tropa de homens - "e foi com ele uma tropa de homens cujo coração Deus tocara". A palavra hebraica traz consigo a idéia de força, coragem, substância. Oh! que os santos de Deus sejam valentes para o Senhor - corajosos, fortes e cheios de dignidade, beleza e verdade!
Orem comigo para que tenhamos esse toque. Se vier com fogo, que assim seja! Se vier com água, que assim também seja! Se vier com vento, faze-o vir, ó Deus! Se vier com trovões e relâmpagos, prostremo-nos ante esse toque. Ó Senhor, vem! Aproxima-te bastante, para tocar-nos. Envolve-nos com o amianto da tua graça. Penetra o profundo de nosso coração e toca-o. Queima, encharca, sopra, esmaga. Ou, usa uma voz suave e tranqüila. Não importa a maneira, vem. Vem e toca o nosso coração.

Video: Evangelho segundo o Twitter



quinta-feira, abril 21, 2011

Reflexão: Lavou o carro certo?

Em um dia de sábado tínhamos marcado com uns cunhados para virem almoçar em casa. E na noite anterior tínhamos ido em um acampamento jovem e o carro sujou. E no sábado, antes deles chegarem, estava lavando o carro. E quando estava acabando a lavagem eles chegaram, e para dar atenção a eles, eu apressei a lavagem.
Dai a tarde, quando estava saindo para o ensaio do louvor, eu percebi que pela pressa, eu não tinha lavado o carro muito bem, uma parte dele estava suja. Mas pelo fato de estar em cima da hora do ensaio e já estar pronto, não pude lavar essa parte.
Enquanto estava indo para lá o Espírito Santo me perguntou: Vale a pena lavar o carro mas ele continuar sujo? E eu respondi que não. E Ele continou: Vale a pena ir no culto e não adorar? Vale a pena dizer que é cristão mas não levar a sério a vida espiritual? E eu continuei a responder que não.
Isso nos leva a pensar em muitas coisas. Que devemos parar e pensar em como esta nossas vidas espirituais, e de como estamos levando as coisas espirituais. De como estamos fazendo para Deus, e se o que estamos fazendo esta sendo agradável a Ele, e se nossas vidas e o que fazemos esta mesmo valendo a pena.

Papel de Parede: Salmos 19:1

Resolução: 1440x900

terça-feira, abril 19, 2011

Musica: Nicole C. Mullen

Cantora: Nicole C. Mullen
Gênero: Gospel / R&B / Pop
País: E.U.A.
Site: http://www.nicolecmullen.com/

Nicole foi impactada com a estória de Ester [a menina órfã que virou rainha] e de Davi [o pastorzinho de ovelhas que virou rei] e isso a tornou corajosa. “Os velhos tempos ‘não tão bons’ podem te tornar fraco ou bravo”, disse ela, que decidiu pela 2ª opção.
Seu 1º álbum [Don’t Let Me Go] foi lançado em 1991, e durante os anos 90 ela continuou a carreira fazendo backing vocal para Michael W. Smith e Newsboys, a compôr para Jaci Velasquez e também trabalhou como dançarina/coreógrafa para Amy Grant.
Com uma das vozes mais marcantes no meio gospel tem demonstrado seu amor a Deus através de suas musicas, e ao escrever as mesmas, quer que seus ouvintes se acheguem a Deus.
Com musicas que marcaram "época", vale a pena ouvi-lá.




Musica: My Redeemer Lives


Discografia:
- Don't Let Me Go, 1991
- Wish Me Love, 1992
- Nicole C. Mullen, 2000
- Following His Hand: A Ten Year Journey, 2001
- Talk About It, 2001
- Christmas in Black and White, 2002
- Live From Cincinnati: Bringin' It Home, 2003
- Everyday People, 2004
- Redeemer: The Best of Nicole C. Mullen, 2006
- Sharecropper's Seed, Volume 1, 2007
- A Dream To Believe In, Volume 2, 2008
- Captivated (Deluxe Edition), 2011
- Captivated, 2011

Fotos: 1ª Noite de Louvor 2011 - Premiações


Video: Jesus Cristo, o Único Caminho



segunda-feira, abril 18, 2011

Personagem Bíblico: Evódia

Gr. “viagem próspera” ou “viagem excelente”. A forma verbal do nome significa “ajudar na estrada”, dando a entender originalmente, as mulheres que tomavam conta de hospedarias e ajudavam os viajantes, etc. Uma cristã de Filipos, à qual Paulo exorta a manter um elo de unidade com Síntique, talvez por serem ambas mulheres de influência sobre a Igreja. O conflito entre ambas ameaçava a unidade da Igreja e, como sempre, a reconciliação seria o melhor passo e o líder local deveria conduzi-las a essa atitude. Pelo fato de o evangelho ter sido pregado primeiramente para mulheres, na Macedônia e as primeiras reuniões da igreja de Filipos terem sido realizadas na casa de uma mulher, At 16:13-40, vários intérpretes sugerem que ela fosse uma diaconisa de destaque na Igreja. Além da exortação ao comportamento devido a essas mulheres, Paulo pede que os líderes as ajudem uma vez que, apesar de necessitadas de exortação, tinham os seus nomes escritos no livro da vida e eram úteis na propagação do Evangelho.

Fotos: 1ª Noite de Louvor 2011 - Apresentações


Termo: Herança

No sentido em que nós entendemos a palavra, o israelita herdava a propriedade de seu pai (Lv 25,46). Mas a palavra hebraica “herdar”(nahal ) tem um sentido mais amplo que em português. Israel recebe como herança Canaã, que é propriedade do Senhor (Js 22,19), prometida aos patriarcas (Gn 12,7). Canaã e o povo de Israel são herança de Deus, sem que ele os tenha recebido de outrem (Ex 15,17; Dt 9,26-29). O sacerdócio é a herança da tribo de Levi (Js 18,7). Quanto à legislação sobre a herança, que passa de pais a filhos, ver Nm 27,1-19 e Dt 21,15-17.
No NT, além de seu sentido comum, o termo “herança”assume um novo significado, porque a relação entre Deus e os homens é vista como a existente entre pai e filho. Cristo é o herdeiro de Deus (Hb 1,2) e os cristãos, como filhos de Deus, são “co-herdeiros de Cristo”(Rm 8,17; Gl 3,29). Este direito de herdar, recebido no batismo (1Pd 1,3-5), é garantido pelo Espírito Santo (Tt 3,5-7).

domingo, abril 17, 2011

Fotos: 1ª Noite de Louvor 2011 - Decoração


quarta-feira, abril 13, 2011

Estudo: Panorama Bíblico - 1 Reis


Autor: Incerto, alguns sugeriram Jeremias ou um grupo de profetas

Data: Incerta, possivelmente logo depois da libertação do rei Joaquim em 562 a.C.

Propósito: Contrastar a vida dos reis piedosos e ímpios durante todo o período da história de Israel e Judá e demonstrar as consequências da idolatria e da perversidade

Temas: Idolatria, o templo, reis bons e maus, o movimento dos profetas, o pecado e suas conseqüências

Conteúdo: A liderança eficas está em geral mais ligada ao caráter do que às realizações. Esse parece ser pelo menos o caso no livro de 1 Reis. Os livros de 1 e 2 Reis formam um único livro na Bíblia Hebraica, abrangendo o período em que os reis governaram Israel depois do reinado de Davi. 1 Reis começa com a morte de Davi, seguida pelo reinado de Salomão e a construção do templo de Jerusalém. O livro registra a seguir a morte de Salomão e a divisão do reino em duas metades: norte e sul (Israel e Judá). Esta divisão resultou de uma decisão insensata do herdeiro de Salomão, Roboão. Apesar das sábias advertências dos conselheiros mais velhos, Roboão decidiu seguir uma política severa e as tribos do norte se rebelaram. 1 Reis começa então com uma crônica de cada rei que governou Israel ou Judá, classificando-os como bons ou maus, dependendo da sua fidelidade a Deus e a aliança. O livro termina com um grande conflito entre o profeta Elias e Acabe, rei de Israel.

Esboço:
1.1– 2.11 – A morte de Davi
2.12 - 11.43 - O reinado de Salomão
12.1 - 14 - A divisão do Reino
12.25 - 16.28 - A rivalidade entre Israel e Judá até Acabe
16.29 - 22.40 - Elias e Acabe
22.41-53 - Os reinados de Josafá e Acazias

terça-feira, abril 12, 2011

Papel de Parede: Deixe Deus falar

Resolução: 1440x900

Video: Vá, pregue e morra



130 MIL VISITAS


Queridos, não temos paralavras para agradecer, mas em nome de todos dizemos: Muito obrigado e que Deus continue a abençoar a sua vida!

Em breve muitas novidades, não perca!

Musica: Damita Haddon

Cantora: Damita Haddon
Gênero: Black / Pop / Hip Hop
País: E.U.A
Site: http://www.myspace.com/mrsdamitahaddon

Nascida e criada em uma família evangélica, desde de criança se envolveu com muscia, e na sua casa só era permitida musica gospel.
 Se formou no Epicentro de Musica em Detroit, Michigan, e sua carreira iniciou quando ela e sua irmã gêmea cantaram para o presidente da MT Records.
Hoje esposa de Deitrick Haddon.
Vale a pena ouvi-la.




Musica: No Looking Back

Discografia:
- Time Is Running Out, 1992
- Damita Haddon, 2000
- No Looking Back, 2008

segunda-feira, abril 11, 2011

Video: Laminina



Personagem Bíblico: Bila

Hb “modéstia” – Gn 30:3-8. Escrava que Labão deu a Raquel, sua filha, quando casou com Jacó, Gn 29:29. Raquel, estéril, por determinação de Deus, desesperou-se vendo que sua irmã e rival Lia tinha filhos e ofereceu Bila como “barriga de aluguel”, a qual teve de Jacó dois filhos: Dã e Naftali, v.5-8. Acabou adulterando com Rubem, Gn 35:22. Este crime de incesto levou Rubem a perder o seu direito à primogenitura, Gn 49:3,4.
Bila não deve ter assumido a fé professada por Jacó, pois, além de participar do incesto com Rubem, seus filhos tornaram-se mal afamados, Gn 37:2. De Dã, Jacó profetizou que seria “serpente, víbora”, Gn 49:16,17. Este, embora tivesse sido a segunda maior tribo de Israel, Nm 26:42, 43; 26:22 e continuasse a ocupar o seu lugar entre as tribos no tempo de Davi, 1 Cr 12:35, não foi mais citado e não é incluído na lista das tribos, em Ap 7:5-8. Já Naftali, Jacó profetizou que seria “gazela solta”, Gn 49:21, porém sem o mesmo destino de Dã, conquistaria o seu lugar, sendo citado inclusive entre as tribos restauradas, Ez 48:3,4,34 e entre os selados de Ap 7:6.
Os contratos de casamento descobertos pela arqueologia em Nuzi, demonstram que no segundo milênio antes de Cristo, era costumeiro uma mulher estéril fazer o que fez Raquel e também sua irmã Lia, oferecendo as servas para gerarem filhos para si. O fato de Raquel ter dado os nomes para os filhos de Bila, Gn 30:6-8, demonstra que esta manteve a autoridade de mãe principal, embora não biologicamente ligada às crianças.

Imagem: Atenas

Vista sobre o Areópago em atenas, local onde Paulo pregou aos atenienses durante a sua segunda viagem missionária

sexta-feira, abril 08, 2011

Estudo: Evangelho


Evangelho quer dizer: Boas Novas

Na Bíblia encontramos 4 evangelhos, e cada um deles revela Jesus de uma forma
- Em Mateus vemos Jesus como Rei
- Em Marcos vemos Jesus como Servo
- Em Lucas vemos Jesus como Filho do Homem
- E em João vemos Jesus como Filho de Deus
Podemos então resumindo dizendo que essas Boas Novas é revelar Jesus para as pessoas, mas não apenas uma parte d’Ele ou de Sua vida, mas ao todo, e de uma forma que elas O aceitem e O recebam.


Evangelho é para REVELAR e não para EVITAR
A revelação do Evangelho é Jesus Cristo, que foi enviado por Deus para a salvação de todo aquele que n’Ele crê. Mas muitos usam o Evangelho para revelar as coisas da terra, como casa, carro, dinheiro e outras coisas.
Além de revelar Jesus, o Evangelho revela o Reino de Deus, e foi por isso que Jesus disse em Mateus 6:33: “Buscai em primeiro lugar o Reino de Deus e a Sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas”

Video: Você está correndo perigo


Termo Bíblico: Leite e Mel

São produtos naturais da terra de Canaã, obtidos sem muito trabalho. Por isso a Terra Prometida é descrita, em oposição ao deserto, como “terra onde corre leite e mel”(Ex 3,8; Nm 13,27; Dt 6,3). Leite e mel simbolizam as bênçãos divinas da Terra Prometida. A abundância de leite é sinal de prosperidade e riqueza e imagem da felicidade dos tempos messiânicos (Jl 4,18; Is 55,1; 60,16).

quinta-feira, abril 07, 2011

Papel de Parede: Jo 4:10

Resolução: 1440x900

quarta-feira, abril 06, 2011

Estudo: Não seja um cortador de orelha


Jo 18:10: "Então Simão Pedro, que tinha espada, desembainhou-a, e feriu o servo do sumo sacerdote, cortando-lhe a orelha direita. E o nome do servo era Malco".

- Os 4 evangelhos contam esse episódio, e quero fazer algumas comparações entre eles para chegarmos onde queremos, ok?
- Mateus - Diz assim: Um dos que estavam com Jesus cortou a orelha de um servo do Sumo Sacerdote
- Marcos - Diz assim: Um dos que estavam ali cortou a orelha de um servo do Sumo Sacerdote
- Lucas - Nos dá algumas informações a mais. Nos fala da pergunta que os discípulos fizeram: "Senhor, vamos ferir a espada?" E depois diz: E um deles cortou a orelha do servo do Sumo Sacerdote. E lucas é o único evangelho que relata o milagre que Jesus fez, restaurando a orelha cortada.
- João - Nos dá mais informações sobre o que queremos tratar. Quando o grupo que estava com Judas chega, Jesus pergunta: "A quem buscais?", e eles responderam: A Jesus o nazareno, e Jesus disse: Sou Eu, e eles recuaram e caíram por terra, e mais uma vez Jesus perguntou: A quem buscais? E eles responderam que Jesus o nazareno, e Jesus disse: Sou eu, mas deixe que estes vão. E João é o único evangelho que "dá nomes aos bois", que diz que Pedro cortou a orelha de Malco.

- Perceba que a Bíblia faz a diferença dos que estavam com Jesus e os que não estavam. E o que me chama atenção é que "um dos que estavam com Jesus” cortou a orelha de "um que não estava com Jesus"

- Jesus disse em Mc 4:9: "Quem tem ouvidos para ouvir, ouça". Se posso fazer isso, quero apenas trocar o termo "ouvido" para "orelha", dai a frase ficaria: Quem tem orelhas para ouvir, ouça. Mas dai, para desenvolvermos o tema proposto, eu faço uma pergunta: Como ouvirão se não tem orelhas?

- Dai você me pergunta: Quando que somos cortadores de orelhas?

terça-feira, abril 05, 2011

Imagem: Cidade de Davi

Vista sobre a Cidade de Davi, o centro da antiga cidade

Estudo: Panorama Bíblico - 2 Samuel


Autor: Incerto, alguns sugeriram Samuel e os profetas Natã e Gade

Data: 930 a.C., logo depois do reinado de Davi (1010-970ª.C.)

Propósito: Registrar a história do reinado de Davi, validar a dinastia davídica, e descrever Davi como o exemplo ideal de boa liderança

Temas: Prosperidade sob Davi, liderança ideal, justiça, as conseqüências do pecado

Conteúdo: O rei Davi se destaca como um dos mais proeminentes entre os homens e mulheres piedosos mencionados na Bíblia. O profeta Samuel dissera que Deus queria um homem segundo o Seu coração, e Davi era esse homem. O livro de 2 Samuel conta a história do rei Davi, cobrindo um período de aproximadamente quarenta anos – a maior parte do reinado de Davi.
Começa com a proclamação de Davi como rei de Israel. Logo, depois disso, Davi consolidou a sua posição contra os rivais do trono. Após conquistar Jerusalém, Davi fez dela a sua capital e levou a Arca sagrada da Aliança para lá. A seguir derrotou os filisteus – seus vizinhos que haviam perturbado os israelitas durante centenas de anos. 2 Samuel descreve também o lado escuro da vida de Davi, incluindo o seu caso com Bate-Seba e a rebelião dirigida por seu filho Absalão. O livro termina perto do fim do longo reinado de Davi.

Esboço:
1.1 – 6.23 – Os primeiros atos de Davi como rei
7.2 – 29 – A aliança de Deus com Davi
8.2 – 10.19 – As vitórias de Davi sobre os inimigos
11.1 – 12.25 – O pecado de Davi com Bate-Seba e a advertência de Natã
12.26 – 21.22 – O reinado perturbado de Davi
22.1 – 23.7 – Louvor final de Davi
23.8 – 24.25 – Novos problemas no reinado de Davi

Estudo: A Santidade de hoje promoverá amanhã as maravilhas de Deus sobre nós



segunda-feira, abril 04, 2011

Estudo: Astronomia e Bíblia


A Astronomia, segundo Boyer, é o “estudo dos astros, ou seja, das estrelas, dos planetas, dos cometas, das galáxias”. A Astronomia é uma matéria científica que teve início muito cedo na história do mundo. Por meio desta ciência, unindo-se outras que a complementam, é que se tem o conhecimento acerca do universo que nos cerca. Penso que seria impossível à ciência atingir o desenvolvimento que vem alcançando, na descoberta do cosmos (chegada do homem à lua e ao espaço, por exemplo), sem a existência da observação astronômica.
A Astronomia auxilia muitas ciências que fornecem informações importantes para a humanidade, como a meteorologia, a influência dos astros nas formações geológicas, na agricultura e até na pecuária, na pesca e algumas outras áreas. A observação dos astros ainda serve de guia para os viajantes do mar, da terra e do espaço. O escurecer e a confusão dos corpos celestes são fenômenos associados às calamidades, Is 13.10,11; Ez 32.7,8; Jl 2.10; 3.15,16; Mt 24.29; At 2.9,10; Ap 6.12,13.
Estudar os astros, no meu entendimento, não apresenta nenhum conflito com a Revelação Bíblica. Isto porque a própria Bíblia inicia com o relato da criação de tudo o que existe, fazendo menção dos “céus” e das “luminares na expansão dos céus”. Deus, o Ser infinito, eterno, auto-existente e causa primária de tudo o que existe, é o Criador dos astros e de toda a engrenagem que os sustenta. Ele nunca impediu o ser humano de estudar a obra por Ele criada, pelo contrário. O salmista assim se expressou: “Quando vejo os teus céus, obra dos teus dedos, a lua e as estrelas que preparaste... Ó Senhor, Senhor nosso, quão admirável é o teu nome sobre toda a terra!”, Sl 8.3,9. A contemplação dos astros levou Davi a reconhecer a grandeza e a bondade de Deus para com os filhos dos homens, tão ínfimos diante da obra criada, com pleno domínio sobre a criação, porém tão dependentes de Deus. Ou seja: ao universo revelava para ele alguns atributos de Deus.

Musica: Elizabeth South

Cantora: Elizabeth South
Gênero: Pop / Rock
País: E.U.A.
Site: http://www.elizabethsouth.com/

Elizabeth South faz parte da nova safra de cantores/compositores. E sua musica é uma mistura de romance, espiritualidade e honestidade. Ela coloca vida nas musicas que tem sido para curas e momentos de reflexão e intimidade com Deus.
Vale a pena ouvi-la.




Musica: Have Faith

Discografia:
- I Will Trust You - Single (2010)
- The Mysteries of Our Minds (2010)

domingo, abril 03, 2011

Personagem: Dâmaris

gr “esposa” – At 17::34 – mulher grega, freqüentadora do Areópago, uma colina onde se reunia o tribunal supremo de Atenas, que supervisionava as questões de ordem moral, educacional e religiosa. Ali também, as pessoas se reuniam para discutir filosofia e buscar as novidades intelectuais, v.21, o que leva a pensar que fosse mulher erudita, aristocrata (poderia estar incluída entre as “mulheres gregas de classe nobre” que se converteram pela pregação de Paulo, v.12). Devido ao significado de seu nome, alguns estudiosos da Bíblia afirmam ser ela esposa de Dionísio, conselheiro areopagita convertido ao Senhor, porém nada há que o comprove.

sábado, abril 02, 2011

Papel de Parede: Jesus foi nos preparar morada

Resolução: 1440x900

sexta-feira, abril 01, 2011

Estudo: Panorama Bíblico - 1 Samuel


Autor: Incerto, alguns sugeriram Samuel e os profetas Natã e Gade

Data: Incerta, talvez cerca de 1000 a.C.

Propósito: Registrar a vida do último juiz de Israel, Samuel, o reinado e declínio do primeiro rei de Israel, Saul, e a escolha e preparação do maior rei de Israel, Davi

Temas: Israel rejeita a Deus como rei e líder, deixando de render-lhe obediência; a fidelidade de Deus

Conteúdo: As escolhas das pessoas revelam muito do seu caráter. O livro de 1 Samuel está repleto de escolhas – algumas boas e outras ruins. A primeira decisão importante em 1 Samuel é feita por Ana, uma mulher que não podia ter filhos. Ela decidiu clamar a Deus, pedindo um filho. Deus ouviu sua oração e atendeu a seu pedido. Grata a Deus por Sua bondade, Ana dedicou o filho Samuel ao Senhor desde o seu nascimento. Samuel cresceu então entre os sacerdotes no tabernáculo e com o tempo tornou-se um sacerdote importante. Perto do fim da sua vida os israelitas rejeitaram os filhos de Samuel como juízes sobre Israel e lhe pediram para nomear um rei que governasse. Samuel os advertiu de que um rei iria oprimi-los, mas eles insistiram. Começou assim a história dos reis de Israel. Samuel escolheu um moço alto e bonito chamado Saul como primeiro rei de Israel. No início Saul parecia tomas boas decisões, mas em breve mudou de atitude, fazendo escolhas erradas, o que levou Deus a encerrar seu reinado.
Davi, um pastor de Belém, foi escolhido para substituir Saul. Saul fez várias tentativas para matar Davi, mas no final do livro Saul e seus filhos morrem, e Davi é candidato a tornar-se o próximo rei.

Esboço:
1.1 – 7.17 – Início do ministério de Samuel e a guerra com os filisteus
8.1 – 15.35 – Sucesso inicial do rei Saul
16.1 – 20.42 – Declínio de Saul e ascensão de Davi
21.1 – 24.22 – Perseguição de Davi por Saul
25.1 – 31.13 – Força crescente de Davi e morte de Saul