Pages

sexta-feira, dezembro 31, 2010

Estudo: A importância da Bíblia na vida do homem



sábado, dezembro 25, 2010

Reflexão: Frase de NATAL

Coloque nos comentários uma frase criada com a palavra NATAL.
Embaixo coloquei a minha, agora bole a sua e deixe nos comentários.

Nascimento daquele que
Amou a
Todos para
A salvação e
Libertação

Papel de Parede: Jesus o Salvador do mundo

Resolução: 1440x900

Reflexão: Natal é Lembrar


O natal é uma data que marcou e mudou a história da humanidade, ele é o dia em que Jesus nasceu, e com ele nasceu nossa salvação, nossa esperança e tantas outras coisas que poderia relacionar.
Em Lucas capítulo 22 Jesus instituiu a Ceia, um pouco antes da Sua morte e Ele disse essas palavras: “fazei isto em memória de mim”. Quem sabe você me pergunte, mas o que tem haver o que Ele disse antes da sua morte com seu nascimento? E eu te respondo: Tudo haver.
Apesar de serem duas coisas distintas e opostas, mas antes de nascer Ele não podia dizer nada, certo? Então creio que essas Suas palavras valem para tudo n’Ele, inclusive Seu nascimento.
Então devemos nos lembrar desse dia tão importante. E se não fosse para ser lembrado e se não fosse importante, não seria comemorado no mundo inteiro, não seria feriado mundial.
Apesar de que muitos lembrem do natal como um dia de dar presentes, que o “bom velinho” o Papai Noel venha e dá presente para as pessoas boas, e muitos usem esse dia somente para comer e beber e nem sequer lembre ou saiba dessa verdade, mas quero te dizer que Natal é lembrar do dia em que a história da humanidade foi mudada.
Para você que não conhece Jesus quero O apresentar de algumas formas simples:
1) Jesus é o maior presente do mundo
Receber presentes é muito gostoso, e poder presentear também. A Bíblia em Jo 3:16 que Deus Pai “DEU” Jesus para que todo aquele que n’Ele crê não pereça mas tenha a vida eterna
2) Jesus é a luz que o mundo precisa
Em muitas árvores de natal se coloca uma luz em cima. Jesus disse em Jo 8:12 que Ele é a “Luz do mundo” e Ele complementa dizendo que quem está n’Ele não andará em trevas, mas terá a luz da vida
3) Jesus não só dá presentes, mas Ele deu sua própria vida
Além de Deus Pai O ter dado, Ele fez isso de vontade própria, como diz em Fp 2:5-12
4) Jesus não dá presentes uma vez no ano, Ele abençoa todos os dias
Jesus fez o fez para que o homem se achegasse a Deus, Ele é e abriu um novo, vivo e único caminho de acesso a Deus, e desde de que foi instituído não teve pausa e só acabará quando Ele voltar para buscar Sua Igreja. Todos os dias as pessoas podem receber salvação, curas, libertações, transformações, livramentos e tantas outras coisas maravilhosas da parte de Jesus
Lembramos de Jesus porque fiel e verdadeira é a Sua obra feita enquanto esteve aqui na terra como homem e na cruz do calvário quando Se deu para que através da Sua morte nós recebêssemos a vida.
Lembramos de Jesus porque Ele ressuscitou ao terceiro dia e vivo está a destra de Deus Pai mas também em nossos corações através do Espírito Santo que habita em nós.
Que o seu natal seja um dia para refletir e lembrar do que Jesus fez de modo geral, o que Ele fez na sua vida e o que Ele representa para você. Que o seu natal seja um dia de celebração e alegria. Que Deus te abençoe, em nome de Jesus.

quinta-feira, dezembro 23, 2010

Estudo: Jesus Cristo ou Papai Noel?



Personagem: Hamutal

hb “da natureza do orvalho” – filha de um Jeremias, de Libna, 2 Re 23:31. Tornou-se esposa do rei Josias, de Judá, um dos grandes avivalistas do V.T. Foi mãe de Jeoacaz, que reinou apenas três meses em Jerusalém, e do  do rei Zedequias, que governou por onze anos, 2 Re 24:18; Jr 52:1. Zedequias foi o último rei de Judá, protagonista principal da queda de Jerusalém e do cativeiro na Babilônia. Estes dois filhos de Hamutal não seguiram os conselhos e exemplos do pai, o rei Josias. Antes, foram rebeldes, covardes, alvos da ira de Deus, o que leva a crer que a influência da mãe tenha sido nefasta para a formação do seu caráter.

Papel de Parede: Jesus presente de Deus para nós

Resolução: 1440x900

segunda-feira, dezembro 20, 2010

Reflexão: Obedeça para Vencer

Nunca tinha visto, mas hoje (18.12.2010) assisti parte de um programa chamado “Ultimate Figther”. É sobre um grupo de homens que desejam ser lutadores profissionais e para isso eles entram em tipo de um jogo que tem metas, disputas e objetivos para o vencedor se tornar um lutador profissional. E me deparei com a parte que mostrou dois lutadores que marcaram o dia da luta, e se prepararam para isso e tudo mais. Quando estavam na luta, cada um deles, tinha um lutador profissional orientando-os. E um deles estava perdendo a luta, e o lutador profissional começou a dizer para ele o que era preciso fazer para ele vencer a luta. Mas ele não deu ouvidos e quis fazer do jeito dele, e acabou que ele perdeu a luta. E depois, ele mesmo comentando, disse que até ouviu as instruções mas ele não queria fazer daquele jeito, mas ele fez como ele quis e que isso o levou a derrota. E logo depois da luta ele começou a chorar e se arrependeu de não ter dado ouvido as dicas, e sabia que sua decisão tinha prejudicado aos membros da sua equipe.
Se ele tivesse obedecido, ele tinha chances de poder ter vencido a luta, mas a sua desobediência o levou a derrota.
Quantos de nós não somos assim! Estamos perdendo e recebemos instruções para poder reverter a situação, mas queremos fazer do nosso jeito e só perdemos.
A obediência, muitas vezes, é fazer o que não queremos, mas é a melhor opção na hora. Como somos teimosos, e quando se diz em “dar o braço a torcer”, daí complica tudo. Não queremos abrir das nossas vontades, não queremos confessar que outros estão certos, não queremos dizer que somos incapazes muitas vezes, e a teimosia, na maioria das vezes, nos custa muito caro.
Ela nem sempre é fácil fazer. Temos que renunciar a nossa vontade, e fazer o que nem imaginávamos. Acontece muito quando os pais dão algumas dicas para seus filhos e eles prontamente dizem que aquilo não passa de bobeira, e por não obedecerem, acabam “quebrando a cara”, e depois disso dizem: “Ah se eu tivesse ouvido meus pais”.
Eu poderia dizer que sofremos a toa. A Bíblia diz que obedecer é melhor do que sacrificar. E isso nasceu depois de o Rei Saul ter desobedecido uma orientação. E por causa disso Deus o rejeitou e ele perdeu seu reinado.
Para obedecermos outrem quando pensamos estar com a razão é só com a ajuda do Espírito Santo. Quero te dizer sobre as inúmeras instruções que a Bíblia nos dá e que nós rejeitamos porque pensamos que estamos com a razão e a maioria das vezes quebramos a cara, e depois disso vamos nos arrepender amargamente. Mas é possível evitar a dor e o sofrimento se obedecermos.
A Bíblia diz em At 5:29: “Mais importa obedecer a Deus do que aos homens”. E quando obedecemos a Bíblia, estamos obedecendo a Deus. A vontade de Deus é que alcancemos a vitória em Cristo Jesus, e não que sejamos vencidos por satanás, pelo pecado ou pelo mundo.
Se você quer vencer, obedeça o que a Bíblia diz, e com certeza você se alegrará e a todos que estão a sua volta.
A Bíblia diz em Rm 8:37 diz que em Cristo somos mais do que vencedores, e só podemos vencer se obedecermos as suas instruções e ordens. Dai você me pergunta: Como vou saber o que Ele diz e ordena? E eu te respondo: Através da Bíblia. Principalmente nos quatro evangelhos. Ele sabe como vencer tudo e todos, e o que Ele nos diz é para que sejamos mais do que vencedores, e por isso precisamos nos atentar e fazer aquilo que Ele diz.

Feito por Junior Schimidt
Fale com ele

Video: Você só tem duas opções: Uma é Jesus



domingo, dezembro 19, 2010

Dica: Ética no Púlpito

“A primeira impressão é a que fica”;
“Em meio ao desenvolvimento da reunião, atravessa todo o corredor principal, aquele que será o preletor do encontro. Toda atenção está voltada para ele, que observado é dos pés a cabeça.”
Seu comportamento, imagem e exemplo é atributo influente na transmissão da mensagem como um todo. Devemos considerar que, quando existe uma indisposição do ouvinte para com o mensageiro, maior será sua resistência ao conteúdo da mensagem.
Não existe uma forma correta de se apresentar. Esteja de acordo com o local e a ocasião, sobretudo as mulheres. Nos homens o uso do “terno e gravata” é adequado a quase todos os locais e ocasiões.
Como são os membros da igreja que visita? Quais são as características da denominação? Qual é o horário de início e término do culto? Em que bairro se localiza?

Observe com atenção estes aspectos errados que devem ser considerados pelo pregador:
 - Fazer uma Segunda e auto-apresentação;
 - Manter a mão no bolso ou na cintura o tempo todo;
 - Molhar o dedo na língua para virar as páginas da bíblia;
 - Limpar as narinas, cocar-se, exibir lenços sujos, arrumar o cabelo ou a roupa;
 - Usar roupas extravagantes;
 - Apertar a mão de todos. (basta um leve aceno)
 - Fazer gestos impróprios;
 - Usar esboços de outros pregadores, principalmente sem fonte;
 - Contar gracejos, anedotas ou usar vocabulário vulgar.
 - Não fazer a leitura do texto ( Leitura deve ser de pé)
 - Evitar desculpas, você começa derrotado ( não confundir com humildade);
 - Chegar atrasado;

 O pregador não precisa aparecer.

Quando convidado para pregar em outras igrejas, o pregador deve considerar as normas doutrinárias, litúrgicas e teológicas da igreja em questão.
1 – Evite abordar questões teológicas muito complexas;
2 – Não peça que a congregação faça algo que não esteja de acordo com os preceitos;
3 – Procure estar dentro dos padrões da denominação;
4 – Procure dar conotações evangelísticas a mensagem;
5 – Respeite o horário ( mesmo que seja pouco tempo );
6 – Converse sempre com o Pastor antes do início do culto.

Obs.A) Caso não concorde com alguns aspectos, não aceite o convite.
        B) Doutrina e mudanças cabem ao pastor da igreja
        C) Se acredita Ter recebido uma mensagem de Deus dentro desses aspectos: Fale com o Pastor

Por Ev. Alaid S. Schimidt

Reflexão: Oração

quinta-feira, dezembro 16, 2010

Estudo: Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço???

Todos durante a sua vida, independente de sua idade, de sua raça, de seu conhecimento, de toda ou qualquer coisa, todos procuram durante uma etapa de sua vida alguém para se espelhar, alguém para se imitar, alguém para se copiar, alguém para ser igual, alguém para ser seu referencial.
Principalmente os mais jovens, os mais inexperientes em sua vida profissional, os mais inexperientes em relação aos relacionamentos, os mais inexperientes no casamento, é bom e importante buscar se espelhar em alguém.
Mas quando começamos a passar os nossos olhos de uma maneira analítica sobre as pessoas que nos cercam, sobre a mídia e muitos outros grupos, nos assustamos. Pois vemos uma sociedade caótica, pobre, imoral, corrupta! Não há quase ninguém em quem nos possamos nos espelhar. Encontramos vários tipos de pessoas: pessoas mal humoradas, pessoas amargas, pessoas negativas, pessoas que usam como “slogan” para definir o que elas são a seguinte frase: “faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço”.
Como é triste ouvir isso de uma pessoa, como é triste ouvir isso de um cidadão, como é ruim para os ouvidos ouvir alguém dizer isso.
Como posso copiar alguém, como posso imitar alguém que possui esse pensamento errado. O que ele fala é bom, mas o que ele faz não é bom?? Que contradição.
Mas ainda bem que existe pessoas raras em que nós podemos nos espelhar.
Essas pessoas raras podem estar próximas como nossos pais, como nossos amigos, nossos patrões, essas pessoas podem estar na mídia como: policiais guerreiros que lutam para manter a paz na sociedade, essas pessoas podem estar na história como: Jesus!
Ele é um grande exemplo a ser copiado por todos que querem também ser exemplo para outras pessoas.
O apóstolo Paulo disse que ele imitava a Cristo, por isso podemos imitá-lo também!
“Sede meus imitadores, como também eu sou de Cristo.” 1 Coríntios 11:1
Certamente eles diriam: “Faça o que eu digo e faça também o que eu faço”!
Quem você escolhe como seu referencial?
Deus te abençoe!

Estudo feito por Kayo César

Video: O que é o Evangelho?



Reflexão: Paz do Príncipe da Paz

 "e estes converterão as suas espadas em enxadões e as suas lanças em foices; uma nação não levantará espada contra outra nação, nem aprenderão mais a guerrear." Isaías 2:4


Oh, que esses tempos felizes já tivessem chegado! No momento presente, as nações estão fortemente armadas, e inventam armas mais e mais terríveis, como se o principal objetivo do homem só pudesse ser cumprido se destruindo milhares de milhares de seus semelhantes. No entanto, a paz prevalecerá um dia - sim, e prevalecerá de tal maneira que os instrumentos de destruição serão remodelados com outras formas e utilizados para melhores fins e propósitos.

Como acontecerá isso? Pelo comércio? Por meio da civilização? Através da mediação? Não cremos nisso. A experiência passada não nos permite confiar em instrumentos tão débeis. A paz será estabelecida somente pelo reinado do Príncipe da Paz. Ele ensinará o povo pelo Seu Espírito, renovará os corações por Sua graça, e reinará neles pelo Seu poder supremo, e então eles cessarão de ferir e matar. O homem é um monstro uma vez que seu sangue está fervendo, e somente o Senhor Jesus pode converter um leão em cordeiro. Ao converter o coração do homem, suas paixões sedentas de sangue são dominadas. Que cada leitor desse livros de promessas ofereça hoje uma oração especial ao Senhor e Doador de paz, para que prontamente coloque um fim a guerra , e estabeleça a concórdia no mundo inteiro.
 
Fonte: http://www.projetospurgeon.com.br/

Estudo: Temor a homens X Temor a Deus



Personagem: Hulda

hb “doninha” – 2 Re 22:14-20; 2 Cr 34:22-28 – contemporânea de Jeremias. O período que antecedera o reinado de Josias fora de invasões, pelo governo tumultuado de Manasses, uma época muito crítica para o povo de Deus. Josias, muito novo, fora levantado por Deus, para efetuar uma reforma no templo, quando o Senhor usava o profeta Jeremias para predizer acerca do cativeiro que o povo sofreria, por haverem se afastado das leis de Deus. Durante essas reformas, o sacerdote Hilquias encontrou o livro da lei, passando-o para que o escrivão Safa o lesse e encaminhasse ao Rei. Ouvindo o relato, o rei mandou que o sacerdote Hilquias fosse, com mais alguns principais do povo, “consultar ao Senhor” acerca do livro. Hulda era uma profetiza, “mulher de Salum, filho de Ticvá, o filho de Haras, o guarda das vestiduras”. Ela habitava “na segunda parte de Jerusalém”, ou “segundo distrito”, que, em algunas mapas, ficava defronte ao templo. A proximidade talvez permitisse a Hulda se familiarizar com a problemática espiritual do povo. Em meio à degradação espiritual do povo, ela se manteve fiel às Escrituras, a Deus e ao seu ministério. Ao exemplo de Ezequiel e Jeremias, que, mesmo vivenciando dificuldades enfrentando falsos profetas, Ez 13:17-23; Jr 28, esta mulher manteve-se fiel e digna diante do Senhor e foi por Ele usada. Era mulher inteligente, estudiosa da Palavra, não se deixara levar pela apostasia nacional. Falou em nome do Senhor, exortou conforme a tradição da Palavra, sem se preocupar com inovações teológicas ou modernismos que viessem a agradar ao rei, redundando em benefícios pessoais. A sua mensagem corresponde à essência da profecia: exortação, 2 Re 22:16-17; edificação, v.18,19 e consolo, v.20; 1 Co 14:3. Sua palavra trouxe um resultado positivo: a grande reforma religiosa realizada pelo rei Josias, 2 Re 23:1-30. NOTA: Hulda certamente era uma mulher que mantinha vida de oração,  intimidade com Deus e vigilância, pois tão logo bateram à sua porta e lhe falaram, ela teve uma resposta da parte do Senhor, vd. Ec 9:8; 1 Tes 5:17; Ef 6:10-18.

Imagem: Gezer

Vista das ruínas de Gezer

Musica: Jill Phillips

Cantora: Jill Phillips
Gênero: Folk / Acoustic / Pop
País: E.U.A.
Site: http://www.jillphillips.com

Depois de se formar na faculdade iniciou sua carreira. Com letras baseadas na Bíblia introduziu suas canções de uma forma que agradou a muitos e chegou a receber o prêmio da revista CCM como cantora do ano de 2002.
Depois de cantar ao lado de outros cantores gospel ela tem se destacado cada vez mais e Deus a tem abençoado.
Vale a pena ouvi-la.




Musica: Grand Design


Discografia:
- Jill Phillips, 1999
- God & Money, 2001
- Writing on the Wall, 2003
- Kingdom Come, 2005
- Nobody's Got It All Together, 2006
- The Good Things, 2008
- Christmas, 2010

terça-feira, dezembro 14, 2010

Termo Bíblico: Xeol

É o nome hebraico dado no AT para os “infernos”, “abismo”ou “morada dos mortos”(Gn 37,35; Is 38,18 e nota). Julgava-se que o Xeol ficava debaixo da terra.
Jesus, ao morrer, desceu ao Xeol (At 2,24-31; Rm 10,7; Ef 4,8-10) para anunciar aos mortos a sua vitória sobre a morte pela ressurreição (Ap 1,18; Mt 27,51-53; 1Pd 3,19s).

Estudo: Você está fazendo a vontade de Deus ou a sua?



segunda-feira, dezembro 13, 2010

Estudo: O crente e a Águia

Is 40.31

O cristão é comparado à águia. A maior das aves – seres livres, que dominam o céu. Ele não serve a deuses pequenos, que nada são, mas ao grande e poderoso Deus. “Na presença dos deuses, a Ti cantarei louvores”. Vejamos algumas características da águia, essa formidável ave:

1. ELA VOA ALTO – tem vocação para as alturas. O Inhambu é presa fácil dos caçadores, porque voa baixo. Temos que evitar zonas de perigo, minas, território do inimigo. Temos que sair e empreender vôos nas alturas, pela fé.

2. ELA VOA CADA VEZ MAIS ALTO – instabilidade, comodismo, oscilação e estagnação são inimigos da nossa vida vitoriosa. Precisamos aprender a voar cada vez mais alto, cada vez mais distantes das misérias dessa terra. Col 3: "pensai nas coisas que são de cima, onde Cristo nos fez assentar".
 
3. ELA VOA ACIMA DA TEMPESTADE – Quando vem o temporal e as nuvens ameaçadoras, ela empreende forças e voa para cima das nuvens, pondo-se a seguro, até que a tempestade passe. Sl 587.1: "À sombra das Tuas asas me abrigo, até que passem as calamidades". Deus é o nosso refúgio

4. ELA VOA PARA A FRENTE, NÃO EM CÍRCULO – tem alvos definidos. Não vive estagnada pela preguiça, nem anda para trás como o caranguejo. Urubu: voa em círculo, sem alvos definidos. A águia revela no seu vôo desenvolvimento, progresso, crescimento, avanço. SEU VÔO É RETO, NÃO SINUOSO – mostrando a sua transparência. Não disfarça, nem mente, não dissimula. Somos filhos da luz... sem disfarces.

domingo, dezembro 12, 2010

Video: Jesus é Normal

sexta-feira, dezembro 10, 2010

Reflexão: O canto dos pássaros


Durante a semana eu sempre acordo em torno de 6h30 e preciso me arrumar para sair e não percebo o canto dos pássaros.
Hoje perdi o sono em torno de 5h45 e pude perceber os pássaros cantando, mesmo estando na minha cama ainda.
De todos os tipos, de graves a agudos, alguns mais longos do que o outro, mas todos eles cantando logo de manhã anunciando que um novo dia nascera.
Fiquei ouvindo eles cantando e pude perceber a empolgação deles sobre o novo dia.
Dai pensei que nem todos tem essa empolgação pelo novo dia, porque nada mais é do ter que enfrentar uma doença, uma dificuldade e assim por diante, e nem sempre o nascer de um novo dia é coisa boa.
Mas ouvindo o canto dos pássaros e percebendo sua empolgação pelo novo dia imaginei sobre as oportunidades que o novo dia nos oferece. Se ontem eu errei, hoje eu tenho oportunidades para acertar. E tantas outras coisas boas que o novo dia nos oferece.
A vida é para ser vivida. Apesar de o mundo estar cheio de pecado e por causa disso estar debaixo de maldição, a vida tem coisas boas para se viver, e Deus quer que vivamos as coisas boas da vida.
A Bíblia diz que as misericórdias do Senhor se renovam a cada manhã. Então eu percebo que Deus tem coisas novas para nós a cada dia. Depende de nós enchergarmos isso para viver o que Deus tem para nos oferecer.
Vamos aprender com os pássaros e nos empolgar todas as manhãs sabendo que um novo dia nasce, e que esse novo dia tem coisas boas para nós. E ainda mais com a ajuda de Deus e as oportunidades que Ele nos oferece, será bem melhor.

Feito por Presb. Claudio S. Junior

quinta-feira, dezembro 09, 2010

Fotos: 5ª Noite de Louvor - Galera


Personagem: Gômer

hb “completo” – esposa de Oséias e filha de Diblaim,  viveu no séc. XVII A.C. Mulher prostituta, que teve a grande oportunidade de deixar sua vida de pecado e unir-se com um homem honrado, decente, crente, fiel a Deus, um profeta.  Esse casamento fora feito por obediência do profeta a Deus, cuja vida conjugal seria uma figura da nação de Israel infiel, que se prostituíra com muitos deuses e povos pagãos, sendo procurada pelo Deus fiel, amoroso, perdoador, que oferece nova oportunidade de concerto com Seu povo, representado por Oséias e Gômer. O MARIDO: ofereceu-lhe um novo estilo de vida, preparou-lhe um lar, deu-lhe amor, cuidados, chance de restauração. Gômer teve três filhos, cada qual com um significado simbólico para o relacionamento de Deus com Israel, Os 1:3,6,8. À evidência de Israel, Gômer não se converteu, nem honrou seu marido. Continuou sendo “mulher de prostituições”, Os 2:2. Quis ter o seu dinheiro, a sua liberdade, andar pelos seus prazeres e voltou à vida antiga, 2:12,13. O primeiro filho, Jezreel,  nome orientado por  Deus,  pressagiava a tragédia que seria o peso da mão de Deus sobre a casa de Jeú e o reino da casa de Israel. Os outros dois filhos, “Desfavorecida” ou Lo-Ruama e “Não-meu-povo” ou Lo-Ami, representavam “a casa de Israel”, 1:10, enquanto que Oséias representava a casa de Judá, 1:7. Gômer foi-se com seus amantes e deixou o marido com os filhos, a dor e o amor frustrado, em casa, sozinho, 2:2, sendo alvo de boatos e maledicências, 2:8. Ao exemplo de tantas mulheres, Gômer foi saindo sozinha, aos poucos, desprezando o seu lar por amor ao luxo, aos prazeres, à liberdade com libertinagem, 2:5. Fez isso com facilidade – é muito fácil destruir um lar – mas logo colheu amarguras, infelicidade, nada dava certo, 2:6, os amantes foram minguando, 2:7, vindo a tornar-se escrava de um deles. Chegou à triste conclusão: “eu era feliz e não sabia”. Depois de tanto sofrer, pôde ver as qualidades do marido e o bem que lhe fizera, 2:7b. Para retomá-la, por ordem de Deus, Oséias teve que comprá-la pelo preço de um escravo, 1:23; 3:1-3. A fidelidade e o amor de Oséias representam o amor de Deus, dando Jesus para a humanidade desviada e infiel, Is 49:7; Lc 1:68; 24:21.

Fotos: 5ª Noite de Louvor - Apresentações

Termo: Sacrifício de Louvor

 “Portanto, ofereçamos sempre, por ele, a Deus sacrifício de louvor, isto é, o fruto dos lábios que confessam o seu nome.” Hb 13.15

Por que louvar a Deus é um sacrifício? A palavra “sacrifício” (gr. thusia) deriva do radical thuo, um verbo que significa “matar ou assassinar com um propósito”.
O louvor normalmente exige que “matemos” nosso orgulho, temor ou preguiça – qualquer coisa que ameace diminuir ou interferir em nosso louvor ao Senhor.
Aqui também descobrimos a base de todo nosso louvor: o sacrifício de Jesus. É por ele, nele, e a ele que oferecemos nosso sacrifício de louvor a Deus. Seu sangue, amor e perdão mantém o louvor como um sacrifício vivo!
 
Fonte: Bíblia de estudo plenitude

Fotos: 5ª Noite de Louvor - Premiações

quarta-feira, dezembro 08, 2010

Estudo: Mensagem aos jovens sobre Pureza

1. A maior bênção que Jesus nos dá é a VIDA ETERNA – Jo 10:291 Jo 2:25
2. A nossa alma vale mais que o mundo inteiro – Mt 16:25,26
3. Há muitos inimigos para a nossa alma – Sl 71:10,13.
4. Ser puro já não se trata de agradar a pais, amigos, etc, mas trata-se de um negócio sério com Deus, pois põe em jogo a nossa eternidade – Gal 5:19-21.
5. A forma de manter a bênção: fazer a vontade de Deus – Rm 12:1,2
6. A vontade de Deus: que todos sejam salvos – 1 Tm 2:4; que todos os salvos sejam santos – 1 Ts 4:1-8; que todos os santos sejam úteis – 2 Tm 2:21.
7. A ordem do mundo: “ficar”, “desvirginar”, “fazer o que tiver vontade”, “amor livre”, “entrega do corpo”, etc.
8. Os inimigos da alma: televisão, artistas, revistas, internet, más conversações, sociedade, etc.
9. O corpo e o sexo: foi feito por Deus e, como tudo o que Deus fez, é bom, Gn 1:31  – Gn 1:28 – para “frutificar”, tem que ser por meio do sexo.
10. O plano de Deus: sexo no casamento – Gn 1:22 – Deus “trouxe”a mulher para Adão; Gn 2:24 – o casamento, onde os dois se tornam “um”- por meio do sexo, 1 Cor 6:16; - Gn 2:25 – a nudez é para o casamento.
11. O pecado e a queda: desobediência, Gn 2:16,17 e Gn 3. O pecado separa o homem de Deus, Is 59:1,2. O pecador vai para o inferno, Ap 21:8; Ap 22:15; 1 Cor 6:10. Veja que, na listagem de pecados, estão os fornicários (QUE PRATICAM SEXO SENDO SOLTEIROS), os que se prostituem (QUE OFERECEM SEU CORPO FORA DO CASAMENTO, POR DINHEIRO OU NÃO) os adúlteros (QUE, SENDO CASADOS, PRATICAM O SEXO FORA DO CASAMENTO), os efeminados (QUE PRATICAM SEXO COM PESSOAS DO MESMO SEXO) e os impuros (QUE, DENTRE TANTAS ÁREAS DE IMPUREZA, PRATICAM O SEXO DE MANEIRA CONTRÁRIA AO  QUE DEUS CRIOU).
12. O PECADO trouxe para dentro do ser criado “à imagem e semelhança de Deus”, uma desarmonia, um atrito de tendências, um entrechoque de forças.
13. É POSSÍVEL ser humano, ter todas as faculdades sexuais, SEM PECAR. JESUS, o nosso modelo, nos ensinou isso, Jo 13:15; Hb 4:15.
14. O NOSSO CORPO: templo do Espírito Santo, 1 Cor 3:16,17 e 6:19,20.
15. PARA OS SOLTEIROS:
a) A REBELDIA CONTRA DEUS PROVOCA UMA BOLA DE NEVE: a rebeldia contra os pais, contra os costumes bíblicos, contra o próximo e CONTRA SI MESMO, IS 30:1-3
b) CASAR É MELHOR DO QUE ABRASAR – 1 COR 7:9
c) DEFRAUDAR: deixar ir “até um ponto” e depois “correr da raia” – é o mesmo que provocação, sensualismo, lascívia (rever Gal 5:19-21).
d) FANTASIAS: deixar o pensamento “navegar” à vontade – Jr 4:14; Fp 4:8
e) MALÍCIA: aliada às MÁS CONVERSAÇÕES, provoca um prejuízo moral e espiritual muito grande =1 Cor 15:33; 1 Ped 2:1,2.

Testemunho: Jovem Norte-Coreana


Papel de Parede: Hebreus 12:14a

Resolução: 1440x900

Personagem: Eunice

gr. “vencendo gloriosamente”. Uma judia de marido grego (talvez um prosélito do judaísmo), At 16:1, mãe de Timóteo, 2 Tm 1:5 e filha ou neta de Lóide. A origem do esposo talvez tivesse impedido que Timóteo fosse circuncidado, conforme o costume dos gregos, At 16:3, mas o seu nome, que significa “temente a Deus”, deve ter sido escolhido por ela.  Mulher de “fé não fingida”, conforme testemunho de Paulo, talvez tenha se convertido, juntamente com Lóide, durante a primeira visita de Paulo a Listra, At 14:8-20, uma vez que o apóstolo cita para Timóteo acerca das perseguições e aflições sofridas ali, 2 Tm 3:11. Embora as Escrituras pouco relatem sobre ela, foi elogiada por Paulo, por ter oportunizado ao filho um ensino sólido, desde a sua meninice, destacando o valor do culto doméstico e do ensinamento acerca da salvação, 2 Tm 3:14-15.Apesar de não ter o apoio do marido, esta mulher venceu os obstáculos, vivendo um testemunho aprovado e dando ao filho o alicerce necessário para uma vida cristã aprovada.

segunda-feira, dezembro 06, 2010

Video Reflexão: A hora é agora



sábado, dezembro 04, 2010

5ª Noite de Louvor


Estudo: Previstos e Imprevisto no casamento - Parte 2

II – IMPREVISTOS
Quando se pensa em casamento, dificilmente há um preparo para as intempéries, os momentos de provações, os quais, certamente, virão.
Ver Jó 30:26: “Aguardando eu o BEM, eis que me veio o MAL, e esperando eu a LUZ,  veio a ESCURIDÃO”.  Em Jeremias 8:15: “Espera-se a PAZ, e não há BEM;  o tempo da CURA e eis o terror”.

2.1. ÁREA SENTIMENTAL
- Desinteresse
- Perda ou arrefecimento do amor
- Traição (adultério)
- Incompatibilidades graves – Jó 2:9; 19:17
- Mortes de familiares, parentes, amigos – Jó 1:18,19
- Ciúmes mórbidos
- Desconfianças
- Perda do respeito mútuo

Imagem: Listra

Vista sobre o local onde estava situada a antiga cidade de Listra

Estudo: Previstos e Imprevistos no Casamento - Parte 1

O casamento, esta bênção que Deus proveu para a satisfação e alegria do homem e da mulher, tem muitos aspectos já previsíveis, bem como outros que são verdadeiras surpresas – quase sempre desagradáveis, que não estão na previsão dos preparativos para esse grande dia – O DIA DO CASAMENTO!

I – PREVISTOS
É por prever as situações e necessidades básicas do casamento, que se devem tomar PROVISÕES já bem antes de esse ato se consumar.

1.1. ÁREA SENTIMENTAL
- É atitude de sabedoria, saber esperar a hora certa, para encontrar um AMOR RECÍPROCO e VERDADEIRO – Ct 8:4
- O amor é o principal elo – Ct 2:16
- Espera-se a concretização do casamento para o relacionamento sexual – Ct 7:12,13
- Mesmo se amando, é previsível que surgirão dificuldades, aflições, angústias, incompatibilidades, frustrações – Gn 16:2; 26:6-10: Êx 4:24-26
- Crê-se no sexo seguro e correspondente
- É possível que surja um pouco de ciúmes (zelo) – Zc 8:2
- Ataques do inimigo virão, para induzir ao adultério e     à separação

Descontração: Orando????

Personagem: Abigail

Iniciamos hoje mais uma seção aqui no blog: Personagens Bíblicos.
Taremos informações e curiosidades sobre os personagens da Bíblia. Espero que gostem.

hb “meu pai é alegria” ou “o pai alegra-se”. Uma irmã de Davi, 1 Cr 2:16, esposa de Itra e  foi mãe de Amasa, eleito por Absalão comandante do arraial em lugar de Joabe, 2 Sm 17:25.
- Mulher de Nabal, o carmelita (hb “sem juízo”), da casa de Calebe, homem duro e maligno, 1 Sam 25:3; vil e sem diálogo, v.17; tolo, louco, v. 25; pródigo e bêbado, v.36. Este, insultou Davi, que ajudara seus pastores e lhe pedira auxílio, o qual determinou exterminar com Nabal e tudo o que ele tivesse, v.12-13. Abigail é inteirada da situação, v.14-17. Temendo, apressou-se e tomou víveres, v.18. Nada declarou ao marido (atitude que a Bíblia não incentiva para a esposa, mas era um caso de salvamento e extrema necessidade, que a sabedoria divina a inspirou), v.19. Encontrou Davi no caminho, v.20 e ouviu-o falar sobre a vingança que faria, v.21-22. Novamente apressou-se, desceu do jumento, prostrou-se diante de Davi, v.23. Intercedeu com humilhação, v.24-26. Trouxe presentes e mostrou obediência e temor ao Senhor, v.27. Pediu perdão, v.28. Desejou bons votos para Davi e seus acompanhantes, v.29-30. À semelhança de José, Gn 40:14,15 pediu que se lembrasse dela, quando Davi fosse exaltado, v.31, achando graça aos seus olhos e afastando o perigo da vingança, v.32-35. Somente comunicou o feito ao marido em momento de sobriedade, v. 37. Deus vingou Davi, v.38 e exaltou Abigail, v.39-42.
Qualidades de Abigail: a) formosa e sábia, 1 Sm 25:3; b) amava o Senhor, v.27; c) sua hospitalidade diplomática, bondade e presença de espírito evitaram uma explosão de vingança; d) moralmente era superior a Bate-Seba, outra esposa de Davi; e) humilde e servil, v.41; f) era determinada, apressando-se em tudo que decidia a fazer, v.18, 23 e 42.

Reflexão: A morte está vindo



quinta-feira, dezembro 02, 2010

Reflexão: Andando seguro no caminho do Senhor

"Quem anda em sinceridade, anda seguro; mas o que perverte os seus caminhos ficará conhecido." Provérbios 10:9

Seu caminho pode ser lento, porem, é seguro. O que se apressa em ser rico não será inocente nem estará seguro - mas a constante perseverança na integridade, ainda que não traga riquezas, certamente trará paz. Quando fazemos o que é justo e reto somos semelhantes aos que caminham sobre uma rocha, pois temos confiança de que a casa passo que damos, é sobre terreno firme e certo.
Por outro lado, o maior sucesso mediante transações questionáveis sempre haverá de ser falso e traiçoeiro, e o homem que tiver alcançado o êxito dessa forma será sempre temeroso de que virá um dia de dar contas, e então suas ganâncias o condenarão.
Nos aferremos à verdade e à justiça. Pela graça de Deus, imitemos nosso Deus e Senhor, em cuja boca jamais se encontrou engano. Não tenhamos medo de ser pobres, nem de sermos tratados com desprezo. Nunca, por nenhuma razão, façamos algo que nossa consciência não possa justificar. Se perdêssemos a paz interior, perderíamos mais do que uma fortuna inteira poderia comprar. Se nos mantemos no próprio caminho do Senhor, e nunca pecamos contra nossa consciência, nosso caminho é seguro e protegido dos agressores. Quem poderia nos causar dano se somos seguidores do que é bom? Poderíamos ser considerados néscios pelos néscios se fomos firmes em nossa integridade - porem, no lugar onde o juízo é infalível, seremos aprovados.

Fonte: http://www.projetospurgeon.com.br/

Video: Balão vermelho



Imagem: Galiléia

Paisagem rural da zona da Galiléia

terça-feira, novembro 30, 2010

Reflexão: Não te deixará, nem te desamparará

"Esforçai-vos, e animai-vos; não temais, nem vos espanteis diante deles; porque o SENHOR teu Deus é o que vai contigo; não te deixará nem te desamparará." Deuteronômio 31:8

Na presença de uma grande obra ou de uma grande guerra, aqui temos um texto que deveria nos ajudar a sujeitar nossos arreios. Se o próprio Senhor vai adiante, logo, tem que ser seguro seguir-Lhe. Quem poderia obstruir nosso progresso se o próprio Senhor vai a nossa frente? Vamos, soldados irmãos, façamos um rápido avance! Por quê duvidamos de obter a vitória?
E o Senhor não somente está diante de nós - Ele também está conosco. Por cima, debaixo, arredor, e dentro, o Deus onipotente está. O tempo todo e até a eternidade, estará conosco como sempre tem estado conosco. Como isso deveria revigorar nosso braço! Lance-se à frente com ousadia, soldados da cruz, pois o Senhor dos exércitos conosco está!
Estando diante de nó e conosco, nunca tirará Sua ajuda. Ele não pode falhar conSigo mesmo, e não nos faltará. Continuará ajudando-nos de acordo com nossa necessidade, até o fim. Não pode faltar-nos, nem nos abandonará. Ele sempre será capaz e estará disposto a dar-nos força e socorro até que os dias do combate tenham passado.

Não temamos nem nos intimidemos --  pois o Senhor dos exércitos descerá a batalha com nós, suportará o embate da luta, e nos dará a vitória!
 
Fonte: http://www.projetospurgeon.com.br/

Reflexão: Você é amado



Estudo: Porque sou dizimista!!!!!

- Sou dizimista porque Jesus ensinou a entregar o dízimo - Mt 23:23
- Sou dizimista porque o dízimo é santo - Lv 27:30-32
- Sou dizimista porque quero ser participante das grandes bençãos - Mal 3:11 e 12
- Sou dizimista porque amo a obra de Deus na face da terra - Mal 3:10
- Sou dizimista porque não quero ser chamado de ladrão, roubando meu melhor amigo que é Deus - Mal 3:8-10
- Sou dizimista porque  não sou avarento - 1 Tm 6:10
- Sou dizimista porque não quero ser amaldiçoado - Mal 3:9
- Sou dizimista porque  Deus ama quem dá com alegria - 2 Co 9:7
- Sou dizimista porque meu rico tesouro está no céu - Mt 6:19-21
- Sou dizimista porque a benção de Deus é que enriquece - Pv 10:22
- Sou dizimista porque Deus disse: "Fazei prova de mim" - Mal 3:10
- Sou dizimista porque o meu salário não será posto em saco furado - Ag 1:6
- Sou dizimista porque quero ter a consciência tranquila - 1 Tm 1:19
- Sou dizimista porque tudo o que o homem plantar, isso ceifará - Gl 6:7
- Sou dizimista porque Deus suprirá todas as minhas necessidades - Fl 4:19

sexta-feira, novembro 26, 2010

Papel de Parede: Mateus 11:28

Resolução: 1440x900

Video: Estão puxando o seu tapete?



Imagem: Santuário do Livro

Interior do "Santuário do Livro", edifício que alberga os manuscritos do Mar Morto, encontrados em Qumram

Termo Bíblico: Gentio

Termo judaico e cristão para indicar aqueles que professam religiões não-monoteístas, isto é, pagãos. A qualificação “gentio”distingue o “povo eleito”dos demais povos.
Esta separação dos judeus, que se consideram eleitos, dos demais povos constituiu um problema sério para a admissão dos pagãos na Igreja. Muitos queriam que eles se submetessem à Lei mosaica (At 15,1s; 10,1s; 21,17-21). Paulo, que se gloria de ter sido chamado por Deus para pregar o Evangelho diretamente aos pagãos, reflete longamente sobre a eleição dos gentios (Gl 1,15-16; Rm 9,24-26; 10,19-21; 15,7-13; 1Cor 1,26-31); por isso é chamado “apóstolo dos gentios”(pagãos).
Certos textos dos evangelhos refletem os problemas entre os cristãos de origem judia e os de origem pagã (Mt 1,1-16; 8,5-13; 11,20-24; 21,28-43; 2,1-12).

Video: Você está seguindo o mestre?



quarta-feira, novembro 24, 2010

Livro On-Line: Diante da porta estreita


 

Estudo: Esqueça, entregue e avance

Filipenses 3:13 e 14: "Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim, Prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus."


Quem sabe você já esteja caminhando no caminho de Jesus, já sabe qual é o plano de Deus para a sua vida, e se não sabe eu te digo: Para cada um Deus tem uma obra única e especial, e para todos nós Deus tem o céu, a salvação.
O alvo, o futuro é esse. E isso só acontecerá porque nos convertemos, ou seja, nós demos 180º, e agora ao invés de irmos para o inferno estamos indo para o céu.
Quem sabe você esteja andando, ou comece hoje a andar, dá um passo, e outro, mas quando vai dar mais um passo percebe que não pode, porque sua perna está presa, e quando olha vê que está presa na corrente do "ERROS DO PASSADO".

ERROS DO PASSADO - quantos de nós não vive preso aos erros do passado.

Me lembro de ler em alguns MSN´s e ouvir de pessoas a seguinte frase: Meu passado me condena

O diabo é especialista em nos lembrar de nossos erros do passado
Quem vive de passado é museu, e a Bíblia nos convida a vivermos em novidade de vida (Rm 6:4 e 23)

Quando estamos presos nos erros do passado, isso nos impede de avançar, ficamos presos, estagnados

Paulo disse que com relação a isso é necessário fazer uma coisa: ESQUECER
Enquanto o diabo é especialista em nos lembrar dos erros do passado, Deus é especialista em nos ajudar a esquecer os erros do passado (Is 43:25)
Se Deus que é Deus, que é o único que nos julgará quando chegar o tempo, mas hoje Ele esquece, porque nós temos que ficar lembrando, nos remoendo e isso nos impedir de avançar?

O que estou dizendo não é regressão. A Bíblia nos dá a dica de nos lembrarmos daquilo que nos dá esperança, mas ficar lembrando dos erros do passado é perda de tempo e nos impede de avançarmos, e em nome de Jesus não viva mais assim, permita Deus te ajudar a esquecer para essa corrente cair por terra, em nome de Jesus.

Beleza, a corrente dos erros do passado caiu por terra e você está andando mais uma vez, mas dai percebe que está preso em outra corrente o MEDO DO FUTURO

MEDO DO FUTURO
O medo cria uma "amnésia espiritual", ou seja, ele nos faz esquecer do que Deus já fez, do que Ele disse e etc
Jesus dá extrema importância para o nosso medo. Nos evangelhos Ele diz 21 vezes para não termos medo, ou para termos coragem.

Quais medos podem te atingir?
Me de não dar certo, de não ser, de não ter, de perder, de errar, de ser rejeitado, de não conquistar e tantos outros medos.

Com relação ao futuro a Bíblia nos ensina o que devemos fazer.  Em salmos 37:5 diz: "Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele tudo fará"

Não importa qual ou quais sejam os medos que te atormentam, o que importa é que Deus é maior que todos eles juntos, e entregar o nosso futuro nas mãos de Deus é a melhor opção, pois Ele tem o melhor para nós, além de cuidar de nós. Entrega e deixe que todo o resto Ele fará.

Agora que sabemos que é possível esquecer do passado e entregar o nosso futuro a Deus, depende de uma atitude nossa hoje (no presente).

Se não esquecermos o passado e não entregarmos o futuro, não iremos avançar.
Paulo disse que estava avançando. O que te impede de avançar? De ser uma cristão melhor? De ser um cônjuge melhor? Ser um membro da família melhor? Ser um melhor líder? E assim por diante?
Deus quer e pode te ajudar a esquecer o passado ruim, Ele tem o melhor para o seu futuro, mas o hoje depende de uma atitude sua. Quero te incentivar a achar em Deus o que você precisa para avançar. É preciso fé, fazer e viver o que Deus tem e quer para você.

Estudo feito por Claudio S. Junior

terça-feira, novembro 23, 2010

Video: Você está escutando Deus falar?



Papel de Parede: Fuja do Pecado

Resolução: 1440x900

Reflexão: Mundanismo

E não vos conformeis com este século - Romanos 12.2
 

Se for possível a um crente ser salvo, enquanto se conforma com este mundo, isso acontecerá por meio do fogo. Uma salvação desse tipo tem de ser tão temida quanto é desejada. Você quer deixar este mundo nas trevas de um leito de aflição e entrar no céu de maneira semelhante a um marinheiro náufrago que tenta chegar às rochas de sua terra natal? Então, seja mundano; misture-se com o reino das trevas e não saia fora do arraial, levando o vitupério de Cristo. Ou você prefere ter um céu tanto aqui na terra como no porvir? Você quer receber entrada no gozo de seu Senhor? Então, "retirai-vos do meio deles, separai-vos, diz o Senhor; não toqueis em coisas impuras; e eu vos receberei" (2 Coríntios 6.17).


A sua alma deseja muito obter a plena certeza da fé? Você não pode ganhá-la, enquanto estiver em comunhão com os pecadores. Seu coração deseja arder com a chama do amor? Seu amor será esfriado por encharcar-se de uma sociedade sem Deus. Talvez você seja um bebê na graça, mas nunca poderá ser um homem maduro em Cristo Jesus, enquanto se rende aos valores e às filosofias de homens do mundo. E perigoso para um herdeiro do céu ser um grande amigo dos herdeiros do inferno. Até as pequenas inconsistências são perigosas.



Pequenos espinhos fazem grandes bolhas; pequenas traças destroem belas roupas. Uma pequena frivolidade e um pequeno erro roubarão da fé milhares de alegrias. Crente, você compreende o que perde por meio de sua conformação com o mundo? Tal conformação destrói os tendões de seu vigor, fazendo-o rastejar onde deveria correr. Por amor à sua própria consolação e em benefício de seu crescimento na graça, se você é um verdadeiro crente, seja um crente distinto e notável.

Fonte: http://www.charleshaddonspurgeon.com

Imagem: Belém

Rebanhos nas pastagens em redor de Belém da Judéia

Termo Bíblico: Lei de Moisés

Ou Lei de Deus (Js 24,26), é o conjunto das leis e prescrições religiosas e civis colecionadas nos cinco livros de Moisés ( Pentateuco), atribuídos a Moisés. Estes livros, que constituíam a parte básica da leitura e instrução nas sinagogas, contêm, além de coleções (Ex 25–31; 36–40; Lv 1–16; 23–27; Nm 1–10; 17–19), alguns códigos mais amplos: Código da Aliança (Ex 20,23-23,19), a Lei de Santidade (Lv 17–22) e o Código Deuteronômico (Dt 12–26).
Além destas leis escritas, os fariseus observavam a tradição oral, a Mixná, também atribuída a Moisés.
Posição de Jesus perante a Lei de Moisé s: Jesus não veio para abolir a Lei de Moisés mas cumpri-la no seu essencial (Mt 5,17). Observa a Lei (Jo 2,13; 5,1; 7,10; Mt 26,17-19; Lc 22,7- 15). Jesus, porém, além de criticar o abandono da Lei de Moisés por parte dos fariseus em favor de suas tradições (Mt 15,2-9), contesta a própria Lei (Mt 12,1-8.9.14; Lc 13,1-17; Jo 5,9-12; Mc 1,41; 7,14-23; Lc 7,14; Mt 5,21-48). A atuação de Cristo frente à Lei é um esforço por tirar as conseqüências da sua redução ao amor de Deus e do próximo (Mt 7,12; 22,34- 40; Mc 12,28-34; Lc 10,25-29).
Posição de Paulo perante a Lei: A polêmica que aparece em At 7,1-53; 10,1–11,18 atinge o seu ponto culminante com o apóstolo dos pagãos (Gl 1,16; At 15,1-33): somos justificados não pelas obras da Lei mas pela fé em Cristo (Rm 3,20-28; Gl 2,16-21; 3,11). A Lei não justificou nem a judeus nem a gentios (Rm 2,12-24). A Lei era transitória (Rm 5,20; 7,1-6; Gl 2,19; 3,13).
A Lei de Cristo (1Cor 9,21; Gl 6,2) é a “plenitude”da Lei mosaica (Rm 13,8-10). É a pessoa de Cristo (Ef 4,20). É a lei do Espírito (Rm 8,2). É a lei da liberdade (Gl 5,1.13), a lei da fé (Rm 3,27). É o mandamento novo (Jo 13,34; 15,12; 1Jo 3,23).
Além da Lei de Moisés e da Lei de Cristo existe a Lei natural (At 14,16; Rm 1,19s; 2,14s).

sexta-feira, novembro 19, 2010

Livro On-Line: 5 Solas


 

Recordando: Ensaio para Semana Jovem 2007

Galerinha de Jesus - fazendo o melhor para Ele

Estudo: A visão missionária de Salomão

É muito difícil encontrar uma “visão missionária” em Salomão, fora do seu pedido de sabedoria para conduzir o povo de Israel, da construção do templo em Jerusalém e do alargamento das fronteiras para os pontos mais distantes do mundo de então. A riqueza, a sabedoria, o palácio e o templo de Salomão transformaram-se em lendas. Seus feitos espirituais, políticos e arquitetônicos levaram Israel ao seu apogeu. A sabedoria de Salomão provocou a expansão de Israel até o auge do seu poder, e o império de Salomão se estendia da fronteira com o Egito até a fronteira com a Babilônia, 1 Re 1-11.
De uma perspectiva teocrática, o maior feito de Salomão foi a construção do templo. O templo representava a posse definitiva da terra para o povo de Israel, pois ele mantinha o povo unido em torno da aliança com Yahweh. A arca foi colocada no suntuoso edifício, o qual ficou cheio da glória do Senhor. Na dedicação do templo, Salomão exortou o povo a manter sua fidelidade a Jeová e à Sua lei. Foi nesta oportunidade que ele fez a célebre oração, na presença de toda a congregação, onde rogava a Deus que ouvisse as orações feitas naquele lugar.
Em sua oração, Salomão pedia ao Senhor que não só ouvisse as orações do povo, mas agisse perdoando, atendendo os corações convertidos e revertendo em bênçãos para todos os que ali entrassem para suplicar o favor divino. Nessa oração, além do povo de Israel, Salomão incluiu todos os povos: “Também ao estrangeiro, que não for do teu povo de Israel, porém vier de terras remotas, por amor do teu nome (porque ouvirão do teu grande nome, e da tua mão poderosa, e do teu braço estendido), e orar, voltado para esta casa, ouve tu nos céus, lugar da tua habitação, e faze tudo o que o estrangeiro te pediu, a fim de que todos os povos da terra conheçam o teu nome, para te temerem como o teu povo de Israel e para saberem que esta casa, que eu edifiquei, é chamada pelo teu nome”, 1 Re 8:41-43.
Ele concluiu a dedicação do templo repassando ao povo a visão estendida para os confins da terra: “Que estas minhas palavras, com que supliquei perante o Senhor, estejam presentes, diante do Senhor, nosso Deus, de dia e de noite, para que faça justiça ao seu servo e ao povo de Israel, segundo cada dia o exigir, para que todos os povos da terra saibam que o Senhor é Deus e não há outro”, 1 Re 8:59, 60.
Infelizmente, Salomão, o homem mais sábio que o mundo conheceu, fora de Jesus, agiu com estultícia, unindo-se a mulheres pagãs, deixando de ganhá-las para o Deus de Israel, construindo templos para seus deuses e pervertendo o seu coração. Mas enquanto isto não aconteceu, ele exaltou o nome do Senhor até os confins da terra.
Salomão escreveu o Salmo 72, onde se nota uma profecia acerca do rei justo e do seu reinado eterno, porém demonstra também a sua preocupação em ser abençoado por Deus com um reino poderoso, a fim de apresentar um testemunho vigoroso acerca do Deus de Israel: “nele sejam abençoados todos os homens, e as nações lhe chamem bem-aventurado”, v. 17b. O Salmo 127, também de sua autoria, repassa a visão do chamado de Abraão, onde retrata a bênção do Senhor na família daqueles que temem o Seu nome. Talvez ele se lembrasse que seu pai fizera dele uma “flecha na mão do valente” e ele retrata a importância dos filhos na família e do temor do Senhor em suas vidas.
No livro de Provérbios existem vários textos onde Salomão reflete o caminho da vida e o caminho da morte, a recompensa dos justos e a retribuição dos ímpios e a felicidade daqueles que temem a Deus. No livro de Eclesiastes, embora relate convincentemente o vazio e a perplexidade da vida sem um relacionamento com o Senhor, apresenta, no capítulo 11, a importância da semeadura. Comparando com Mt 13, onde Jesus esclarece que “a semente é a Palavra de Deus”, Salomão exorta a pregar “a tempo e fora de tempo”, 11:6. Ele encerra o livro de Eclesiastes chamando os jovens e adolescentes ao temor do Senhor, à realidade do fim da vida e a viver em obediência, considerando o juízo divino.

Estudo feito por Ev. Alaid S. Schimidt